Encontro Arquidiocesano da Pastoral da Criança acontecerá em Urucânia

16/04/2018 às 15h45

A coordenação da Pastoral da Criança se reuniu no último sábado (16), no Centro Pastoral Arquidiocesano, em Mariana, para avaliar a caminhada da pastoral e planejar ações. Representando as cinco regiões pastorais da arquidiocese, 7 pessoas estiveram presentes.

O Encontro Arquidiocesano da pastoral foi um dos assuntos presentes na pauta. Previsto para os dias 19, 20 e 21 de outubro, o encontro, que aconteceria na Casa de Retiros Nossa Senhora da Alegria, na Vila Samarco, em Mariana, foi transferido para o Santuário de Nossa Senhora das Graças, em Urucânia. O tema que guiará os três dias será decidido na próxima reunião da pastoral, prevista para o dia 26 de maio.

Os sete representantes da pastoral também falaram sobre a Festa da Criança, que será realizada no dia 20 de maio nas regiões pastorais. Segundo a coordenadora da Pastoral da Criança, Emilda Ferreira de Souza, a festa é realizada em maio para ser diferenciada da comemoração comercial realizada no dia 12 de outubro. A programação fica a cargo das paróquias, mas o objetivo principal é ser um dia de confraternização para as crianças. “Também é para conscientizar as pessoas sobre o que a Pastoral faz, sendo um meio de divulgação maior. É um momento para mostrarmos que existe a pastoral da criança, o que ela faz, qual o seu objetivo”, explica o assessor arquidiocesano da pastoral, padre Dário Chaves.

Padre Dário, que também é assessor da Pastoral do Menor, avaliou a caminhada das duas pastorais até os dias atuais como “um momento muito importante para a Arquidiocese de Mariana”. “Além de buscar novos líderes para manter as pastorais vivas, também estão procurando novos métodos para realizar o trabalho pastoral, de forma que eles respondam às necessidades do povo na realidade de hoje”, comenta, enfatizando o desejo das duas pastorais de continuarem a experiência proposta pelo Servo de Deus Dom Luciano: caminhar próximas uma da outra.

 

 Fórum Intermunicipal de Políticas Públicas da Criança e do Adolescente

Padre Dário também falou sobre a situação do Fórum Intermunicipal de Políticas Públicas da Criança e do Adolescente, parceria da Pastoral da Criança e do Menor da Arquidiocese de Mariana com o Poder Judiciário através da Vara da Infância e da Juventude. “A primeira comarca a receber foi a de Jequeri, a segunda foi Viçosa, a terceira foi Barbacena e a quarta foi Ponte Nova, recentemente lançada. Nós já iniciamos na comarca de Conselheiro Lafaiete, Congonhas, Ouro Preto e já conversei com a juíza da comarca de Mariana”, relata o padre.

O  Fórum Intermunicipal de Políticas Públicas da Criança e do Adolescente tem o objetivo de articular nos municípios a rede de atendimento à criança e ao adolescente. Segundo padre Dário, a partir da articulação da rede, o fórum começa a diagnosticar qual a maior carência do município em relação às crianças e adolescentes “Com isso, o fórum cria políticas públicas para atender àquela necessidade que a própria rede discutiu e chegou a decisão que é essa política pública que precisa”, explica.

 


Voltar

Confira também: