Comunicar a vida e o amor de Deus: eis a nossa missão!

16/09/2016 às 10h57

Como filhos de Deus, somos chamados a comunicar com todos. A comunicação tem o poder de criar pontes, favorecer o encontro e a inclusão, enriquecendo assim a sociedade. Como é bom ver pessoas esforçando-se por escolher cuidadosamente palavras e gestos para superar as incompreensões, curar a memória ferida e construir paz e harmonia.

Aquilo que dizemos e o modo como o dizemos, cada palavra e cada gesto deveria poder expressar a compaixão, a ternura e o perdão de Deus para todos. O amor, por sua natureza, é comunicação: leva a abrir-se, não se isolando. E, se o nosso coração e os nossos gestos forem animados pela caridade, pelo amor divino, a nossa comunicação será portadora da força de Deus.

A comunicação, com os seus lugares e seus instrumentos permitiram um alargamento de horizontes para muitas pessoas. Isto é um dom de Deus, e também uma grande responsabilidade. O poder da comunicação gera proximidade, quando anunciada pelo comunicador é acolhida pelo destinatário. O encontro entre a comunicação e a misericórdia é fecundo na medida em que gerar uma proximidade que cuida, conforta, cura, acompanha e faz festa. Num mundo dividido, fragmentado, polarizado, comunicar com misericórdia significa contribuir para a boa, livre e solidária proximidade entre os filhos de Deus e irmãos em humanidade.

Assim, com simplicidade e ousadia, chegou em nossas mãos o subsídio “Comunicação: serviço à ação evangelizadora e pastoral”. Traz em suas páginas história, fundamentação e algumas pistas de trabalho. Falta alguma coisa? Vamos conversar e melhorá-lo para o bem do nosso trabalho comunicativo e evangelizador. O que não pode é ser engavetado. Queremos que essa Cartilha seja um instrumento de trabalho que ajude nossas paróquias a conhecerem a missão da PASCOM, se interessem em promover este trabalho e articular junto à equipe de comunicação da Paróquia, articular um comunicador paroquial. Este que manterá um contato mais próximo com a equipe regional e especialmente colaborando com matérias para o Jornal Pastoral, o Site da Arquidiocese e outros. Em meio a tantos trabalhos já existentes, pretendemos que seja um texto acessível para que as pessoas se despertem a essa missão que se insere junto aos outros,divulgando-os e promovendo-os. Viva a cultura! Viva a comunicação!

Pe. Edir Martins


Voltar

Confira também: