quinta-feira

, 18 de agosto de 2022

01/11/2019

01 de novembro de 2019

Qual o sentido da lei, ajudar ou restringir? Colocar limites ou avançar? Ser usada para o bem ou para o mal? Jesus deixa claro que não se pode calar diante da dor, ser indiferente ao sofrimento do outro, tornar- se escravo da lei em detrimento dos pequenos e excluídos. Não existe hora marcada para deixar de fazer o bem. A caridade é a marca permanente do cristão. Quem ama de verdade não pensa em si mesmo, sofre a ponto de se prejudicar em bem do outro, a exemplo de Paulo que chega ao extremo de querer a separação de Cristo em favor dos irmãos de sua raça. Possamos ser comprometidos com os que sofrem e “agir solidariamente em favor dos que necessitam de libertação”(Liturgia Diária – novembro de 2019).

Agenda

VEJA TAMBÉM