sábado

, 18 de maio de 2024

10/04/2020

10 de abril de 2020

Passamos esse dia em profundo silêncio. Mais uma vez fazemos jejum e abstinência. Contemplamos o Cristo em sua Paixão dolorosa e morte de Cruz. Ele é o servo do Senhor, “que carrega os pecados da humanidade”. Depois de passar por tanta humilhação, tortura, dor e sofrimento, “será bem sucedido; sua ascensão será ao mais alto grau”. Na paixão de Cristo segundo João, “é o rei universal que dá a vida”. Enfrenta de maneira soberana o julgamento, silencia diante de quem achava ter autoridade para libertá-lo ou condená- lo. Ele dá testemunho da verdade e quem é da verdade escuta sua voz. Ele é “o verdadeiro Cordeiro pascal, imolado na cruz, cujo sangue redime a humanidade”( Pe. José Bertolini). Ele é o sumo e eterno sacerdote, que se compadece de nossas fraquezas, “tornou-se causa de salvação eterna para todos os que lhe obedecem”. Sua paixão e morte hoje se realizam nos infectados pelo corona vírus, nos desempregados, nos famintos, nos injustiçados, explorados e excluídos. Possamos aliviar esse peso pela oração e comunhão solidária com a santa Igreja, o papa, o clero, cristãos leigos (as), catecúmenos, rezando também pelos cristãos de outras Igrejas, judeus, pelos que não creem em Cristo e em Deus, como também pelos poderes públicos e pelos que sofrem provações. Adorando o Cristo na Cruz, recebendo-O em na comunhão sacramental e espiritual, possamos receber o perdão e o consolo, crescer na verdadeira fé para que se confirme a redenção de todo o universo.

Pe. Geraldo Barbosa

Agenda

VEJA TAMBÉM