quinta-feira

, 30 de maio de 2024

Agentes da Pascom falam sobre a atuação na pastoral neste 56º Dia Mundial das Comunicações Sociais

29 de maio de 2022 Arquidiocese

“Escutar com o ouvido do coração”. É esse o clamor do Papa Francisco para o 56º Dia Mundial das Comunicações Sociais, comemorado neste domingo, 29 de maio, data em que a Igreja celebra a Solenidade da Ascensão do Senhor.

Após convidar a todos a refletirem no ano passado sobre a necessidade de “ir e ver”, em comunhão com o processo sinodal vivenciado pela Igreja, o Santo Padre chama a atenção para o verbo “escutar”

“A escuta corresponde ao estilo humilde de Deus. Ela permite a Deus revelar-Se como Aquele que, falando, cria o homem à sua imagem e, ouvindo-o, reconhece-o como seu interlocutor. Deus ama o homem: por isso lhe dirige a Palavra, por isso «inclina o ouvido» para o escutar”, recorda o Papa Francisco em sua mensagem para este dia. 

Em sintonia com o 56º Dia Mundial das Comunicações Sociais, o Departamento Arquidiocesano de Comunicação (Dacom) compartilha alguns depoimentos de agentes da Pastoral da Comunicação (Pascom) das paróquias e comunidades da Arquidiocese de Mariana que, atentos ao chamado de Deus, se colocam a serviço dos irmãos e da Igreja por meio da Pascom. Confira!

Andreza da Silva Souza, agente da Pascom na Paróquia Cristo Rei, em Ouro Preto (MG)

Foto: Arquivo Pessoal

Atuar na Pascom é gratificante e essencial para viver em comunidade, pois através dessa pastoral estamos em sintonia com todas as outras pastorais e movimentos da Igreja; todos trabalhando juntos em busca do mesmo objetivo: anunciar o evangelho através dos meios de comunicação. Gratidão a Deus por me enviar para essa missão evangelizadora.

 

Edilan Martins, agente da Pascom na Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Fátima, em Viçosa (MG) 

Foto: Arquivo Pessoal

Comunicar a alegria do Evangelho e auxiliar para que todos possam ver todas as coisas em Deus e Deus em todas as coisas. O ‘pasconeiro’ precisa ser contemplativo na ação! Ser ‘Pascom Parfátima’ é desejar ter o desejo de ecoar a Palavra e corroborar missionariamente com a ação evangelizadora da comunidade.

 

 

Claudiney Teixeira, Elaine Bertolin e Selma Ferreira, agentes da Pascom da Comunidade Santo Expedito da Paróquia São Pio X, em Barbacena (MG)

Foto: Arquivo Pessoal

Servir a Deus nesta pastoral nos faz conhecer melhor a Liturgia e todas as outras pastorais e nos leva a comunicar melhor com Deus e com os irmãos da comunidade. Ao motivar as pastorais se comunicarem, ao desenvolver os posts, ao gerenciar as redes sociais, ao fazer os registros fotográficos, ao ouvir as pastorais, o sacerdote e o Povo de Deus, ao cuidar das transmissões e ao participar das formações queremos verdadeiramente que Cristo seja mais amado e mais conhecido. Queremos que Ele seja o centro da nossa vida e da vida de nossos irmãos e irmãs.

 

Débora, Cláudia, Cintia, Raquel, Kênia e Andreia, agentes da Pascom na Paróquia Nossa Senhora da Glória, em Passagem de Mariana (MG)

Foto: Pascom da Paróquia Nossa Senhora da Glória, em Passagem de Mariana (MG)

Atuamos há 10 anos na paróquia com o objetivo de contribuir com ações para uma comunicação evangelizadora, integrando a comunidade paroquial e gerando unidade entre pastorais, movimentos e organizações. Na caminhada, nos deparamos diante muitos desafios, mas com fé e perseverança vamos seguindo dia após dia, vencendo as provações. Assim, contribuir com o trabalho da Pascom nos fortalece na fé e a vivermos em comunidade.

 

 

Guilherme Francisco de Souza, agente da Pascom na Paróquia Nossa Senhora das Mercês, em Mercês (MG)

Foto: Arquivo Pessoal

Comecei o trabalho em 31 de agosto de 2020, durante a pandemia. À época, as igrejas estavam fechadas e eu, sabendo que por iluminação de Deus, estava levando a sua Palavra, não tinha preço. Desde então, tem sido muito gratificante ver a cidade e o Brasil acompanhando a nossa paróquia.

Leia a mensagem do Papa Francisco para o 56º Dia Mundial das Comunicações Sociais na íntegra AQUI