domingo

, 16 de junho de 2024

Arquidiocese de Mariana acolheu o Encontro Mineiro da Pastoral Afro-Brasileira do Regional Leste 2

18 de outubro de 2023 Arquidiocese

Representantes da Pastoral Afro-Brasileira (PAB), das sete províncias eclesiásticas de Minas Gerais, estiveram reunidos dos dias 12 a 15 de outubro, em Conselheiro Lafaiete (MG), na Arquidiocese de Mariana, para a realização do seu encontro regional. O evento teve como tema “Retomar o Caminho e Anunciar as Forças Vivas do Povo Negro” e o lema “Louvai-o com tambores e a dança.” (Salmo 150, 4).

Com o objetivo de compreender a importância das iniciativas afro para o fortalecimento da PAB, 80 pessoas participaram do Encontro Mineiro da Pastoral Afro-Brasileira (EMPAB). Ainda, estiveram presentes o Secretário Nacional da PAB, Padre José Enes, de São Paulo, o Monsenhor José Magno, da Diocese de Patos de Minas (MG), e o Diácono Amauri Ventura de Belo Horizonte (MG).

O encontro contou com a coordenação e assessoria do Padre Enes, da Marinete Morais, referência leiga da PAB no Regional Leste 2, e Maria José e Solange Palazzi da Arquidiocese de Mariana. A Comissão de organização do encontro contou ainda com a colaboração de Hellen Margarida (Mariana), Sebastião Farinhada e Giuliane Teixeira e Imaculada Silva (Caratinga), Gilsa Santos (Governador Valadares) e Dilson José (Belo Horizonte).

Programação

A abertura aconteceu na quinta-feira, dia 12, com a celebração eucarística e, em seguida, diferentes organizações do Povo Negro fizeram suas saudações aos presentes. Houve também as apresentações das mensagens de bispos e lideranças políticas por meio de vídeos. Encerrando as atividades do primeiro dia, aconteceu uma belíssima apresentação cultural do Grupo Afro Ganga Zumba de Ponte Nova.

Já na sexta-feira, dia 13, visando Retomar o Caminho do Povo Negro em Minas Gerais, o Padre Enes contou a história da Pastoral Afro em nível nacional. Ainda, Marinete apresentou a caminhada da PAB em Minas Gerais e cada diocese presente contou brevemente suas respectivas histórias.

Já na parte da tarde os participantes fizeram uma imersão pelas sete províncias eclesiásticas do Regional Leste 2 por meio das Tendas das Irmandades, a fim de retomar o caminho e anunciar as forças vivas do Povo Negro. Na oportunidade, foram identificados os anúncios e denúncias do Povo Negro presentes no território mineiro.

No sábado, dia 14, pela manhã, a historiadora e membro da PAB, Solange Palazzi, da cidade de Ouro Preto, retomou o caminho pelas sete províncias para apresentar a sistematização e fazer uma reflexão sobre as denúncias e anúncios identificados pelos participantes.

Na parte da tarde, foram organizados grupos de trabalho para discutir sobre a identidade da Pastoral Afro a partir dos desafios e anúncios que foram destacados.

Na noite de sábado, membros da PAB puderam participar do levantamento do Mastro em homenagem à Nossa Senhora do Rosário na Capela de Santo Antônio em Conselheiro Lafaiete.

No domingo, dia 15, com clima de despedida, aconteceu pela manhã uma bonita celebração da vida com uma mensagem de amor, organização e esperança. Em seguida, os participantes se reuniram por províncias para discutir ações de organicidade das províncias e, também, avaliar as representações do Regional Leste 2.

Na plenária, foi possível perceber o entusiasmo e compromisso de todos/as para organizar a Pastoral Afro nas bases das diferentes dioceses do Regional Leste 2.

Novo representante no Regional

Ao final do encontro, foi indicado e referendado pelos participantes, o nome do companheiro Dilson José, da PAB de Belo Horizonte, para ser o representante leigo da pastoral junto ao Regional Leste 2. Os presentes indicaram ainda o Padre Fernando, de Nova Lima, para ser a referência religiosa da PAB neste Regional. A atual referência da PAB, Marinete Morais, cuidará de comunicar tais indicações ao Referencial das Pastorais Sociais do Leste 2, Dom Octacílio.

Na oportunidade, foram parabenizados os irmãos de caminhada Dilson e Padre Fernando que não estarão sozinhos nesta caminhada. Com eles estarão todas as coordenações diocesanas. Ainda, agradeceu-se todo o empenho e dedicação de Marinete Morais que esteve à frente desta pastoral no Leste 2.

A Pastoral Afro-Brasileira vai continuar abrindo caminhos para anunciar as Forças Vivas do Povo Negro e denunciar toda forma de racismo, discriminação, violência e injustiças praticadas contra o Povo negro no território de Minas Gerais.

Gratidão a todos/as que contribuíram para este importante momento de fortalecimento da PAB no Regional Leste 2.

Contamos sempre com as bênçãos de Deus e a proteção da Nossa Mãe Negra Aparecida.

Texto e fotos: Maria José