sexta-feira

, 19 de agosto de 2022

Arquidiocese participa da 2ª Romaria das Águas e da Terra

06 de junho de 2017 Arquidiocese

As dioceses em toda a extensão da Bacia do Rio Doce, desde sua nascente até a sua foz, realizaram neste domingo, 4 de junho, em Caratinga (MG), a 2ª Romaria das Águas e da Terra da Bacia do Rio Doce. A Arquidiocese de Mariana se fez representar com lideranças das suas regiões pastorais, que seguiram para Caratinga em ônibus, vans e carros particulares.

Mais de 6.000 pessoas, vindas das dioceses de Minas Gerais e do Espírito Santo, participaram da caminhada e refletiram sobre o tema “Bacia do Rio Doce, nossa casa comum. Povos, terra e águas clamam por justiça”.

“A romaria é um espaço de anúncio e denúncia, um clamor que se eleva a Deus frente aos desafios socioambientais, um gesto de solidariedade com os atingidos em todo o entorno da Bacia e de compromisso em lutar pelos direitos de nossas populações e pela reconstrução da Bacia do Rio Doce”, afirma o coordenador da Dimensão Sociopolítica, padre Marcelo Santiago.

A romaria teve início em frente ao Santuário de Adoração Eucarística, ao lado da BR 101, e seguiu, por três quilômetros, pelas ruas de Caratinga até à Praça da Catedral, onde houve uma missa, presidida por dom Emanuel Messias de Oliveria, bispo de Caratinga, que acompanhou todo o trajeto da Romaria. Uma dezenas de sacerdotes, religiosas, lideranças religiosas e sociais e uma multidão de fieis participaram da celebração.

“O trajeto foi marcado por muitas manifestações, com encenações, cânticos, falas, celebrações fazendo memória dos mártires, da dor e do sofrimento das populações no entorno do rio doce e de seus afluentes, do rompimento da Barragem de rejeitos do Fundão, em Mariana, além da situação de caos político, econômico e ético em que se vê imerso o país, com um governo desacreditado e sem credibilidade para realizar reformas que mais respondem aos interesses do mercado financeiro que às necessidades do povo brasileiro”, ressalta padre Marcelo.

Ao final, foi lida e entregue aos presentes a Carta da 2ª Romaria das Águas e da Terra da Bacia do Rio Doce, apresentando compromissos a serem assumidos por nossas dioceses, em sua ação pastoral, em vista da construção de políticas públicas no campo social e ambiental, defesa e proteção da vida dos seres humanos e do nosso planeta terra, a partir de nossa casa comum, a Bacia do Rio Doce.

Em 2018, a Romaria acontecerá na Arquidiocese de Mariana, no dia 3 de junho. A proposta inicial é a de que a cidade de Ponte Nova venha sediar este evento.

Agenda