domingo

, 14 de abril de 2024

Catequistas de Congonhas participam da Semana Catequética 2023

06 de fevereiro de 2023 Arquidiocese

Aconteceu entre os dias 30 de janeiro e 03 de fevereiro, no salão paroquial da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Congonhas (MG), a Semana Catequética 2023. Todos os catequistas da cidade, contemplando as três paróquias do município (Nossa Senhora da Conceição, São José Operário e Nossa Senhora Mãe da Igreja) tiveram a oportunidade de reciclar, aprender e trocar experiências e vivências. Foram dias de oração, aprendizado, reflexão, trocas, encontros, reencontros e muito amor cristão no servir.

Na segunda-feira, dia 30, o psicólogo Eduardo Sabará refletiu sobre a Psicologia do Desenvolvimento, sobre a saúde mental e emocional e, a realidade pós-pandemia. Já na terça-feira, dia 31, foi celebrada a Santa Missa do Envio, presidida pelo Pároco da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, Padre Paulo Barbosa, e, em seguida, realizado o momento de formação sobre a Campanha da Fraternidade 2023, que tem como tema “Fraternidade e Fome”.

No dia 1º de fevereiro, aconteceu uma formação para aprender, reforçar, entender e interiorizar a didática de como montar um encontro de Catequese. Esse momento foi dirigido pela fonoaudióloga e catequista, Marcelle Barbosa. “Precisamos desescolarizar a Catequese. Encontro de Catequese não é aula. Catequista não é professor. Catequista é Educador da Fé. Assim, todos nós, batizados, que recebemos a Eucaristia e que somos crismados… somos catequistas. A catequese começa em casa quando vivenciamos o Deus maravilhoso e misericordioso que amamos e o transmitimos para nossas crianças, nossos jovens, nossos adolescentes, sejam nossos filhos, sobrinhos, netos, primos, amigos, vizinhos, colegas, filhos de colegas enfim para todos que estão próximos”, disse.

Na quinta-feira, 02 de fevereiro, o Diácono Robson Adriano conduziu a reflexão sobre Liturgia e Catequese: duas fontes do mesmo mistério. “Não tem como separar a Liturgia da Catequese, pois a catequese anuncia (Jesus ensina) e a liturgia celebra (Jesus celebra)”, ponderou.

Na sexta-feira, dia 03, foi a vez do Padre Geraldo Barbosa falar sobre a Catequese na vida Paroquial e nas Comunidades. “É importantíssimo ter uma organização, um planejamento, um cronograma comunitário congruente com o paroquial montado pela coordenação paroquial de Catequese junto com as coordenações comunitárias de Catequese em comunhão com o pároco. Respeitando as realidades de cada comunidade em união com o objetivo único de evangelizar, transmitir e vivenciar o Cristo, o amor, no amor e com amor”, destacou.

Ainda nesse dia, data que a Igreja celebra a memória de São Brás, os padres Paulinho (como é conhecido) e Geraldo Barbosa abençoaram as gargantas dos presentes, pedindo a São Brás que interceda por todos leivrando-os das doenças do corpo e da alma e que usem da voz e da boca para anunciar o bem, o amor, a paz, a alegria de servir e viver a fé.

A Semana Catequética foi encerrada com o agradecimento a todos os sacerdotes da cidade: Paulinho, Geraldo Barbosa, Eduardo Bastos, Antônio Claret, Sérgio Tomaz, Cônego Nedson Pereira de Assis, Benedito Rocha, bem como as coordenações de catequese das paróquias (Divânia – P. Nossa Senhora da Conceição, Ana Cristina – P. São José Operário e Márcia – P. Mãe da Igreja), às catequistas e suas comunidades que fizeram as acolhidas, orações iniciais e lanches; a equipe da organização e limpeza e a todos (catequistas e Ministros da Eucaristia) que atenderam ao chamado e lá estiveram.

Texto: PASCOM da Paróquia São José Operário

Fotos: Catequista Henriqueta Lara

Agenda