segunda-feira

, 04 de dezembro de 2023

Coleta da Campanha para a Evangelização será realizada nas paróquias

05 de dezembro de 2019 Arquidiocese

Refletindo sobre o tema “Eu cuido do anúncio da Palavra, dos pobres e da comunidade” e o lema: “Cuida dele” (Lc 10,35), a Campanha para a Evangelização está sendo realizada em todo o Brasil. Essa iniciativa tem o objetivo de motivar os fiéis a participarem efetivamente da missão da Igreja por meio do testemunho de vida, de ações pastorais específicas e da garantia de recursos para a ação pastoral.

Completando 21 anos, a Campanha para a Evangelização foi aprovada pela 35ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em 1997, e foi realizada pela primeira vez no advento de 1998.

Gesto concreto

Todos os anos, uma coleta é realizada como gesto concreto da campanha. Essa coleta tem como objetivo angariar recursos para que a Igreja no Brasil tenha condições de continuar evangelizando, contribuindo para a superação de uma mentalidade individualista ao mesmo tempo em que promove a partilha de recursos voltada para o bem comum. Neste ano, a coleta será realizada nos dias 14 e 15 de dezembro.

Em carta enviada aos padres da arquidiocese, o coordenador arquidiocesano de pastoral, padre Edmar José da Silva, destacou a importância dessa coleta. “O recurso financeiro arrecadado com esta coleta é muito importante para o dinamismo evangelizador e pastoral das dioceses e arquidioceses, visto que 45% do valor arrecadado ficam nas Igrejas Particulares para serem investidos em cursos, formações, retiros, encontros e outros eventos de cunho evangelizador e pastoral”, explicou.

Ele também solicitou o empenho de todos na divulgação da coleta e na motivação do povo para esta ajuda solidária. “Na Coleta do ano passado, os recursos arrecadados foram em torno de R$70.000,00 e os pedidos feitos pelas Pastorais e Movimentos da Arquidiocese foram em torno de R$ 120.000,00. Isso significa que o valor arrecadado não foi suficiente para acolher as solicitações feitas ao longo deste ano. Visando o bem pastoral e evangelizador da nossa Arquidiocese, que necessita também de recursos financeiros, faço-lhe este pedido fraterno”, destacou padre Edmar.

Além de contribuir com as iniciativas pastorais da arquidiocese, essa campanha contribui com a manutenção da CNBB nacional. A coleta da Campanha para a Evangelização é distribuída da seguinte maneira: 45% dos recursos ficam na própria Diocese; 20% vão para o Regional da CNBB e 35% se destinam à CNBB nacional.

Leia na íntegra a carta do coordenador arquidiocesano de pastoral.