terça-feira

, 09 de agosto de 2022

Das ruínas a um novo templo de fé: igreja de São Gonçalo do Monte é reinaugurada em Itabirito

17 de dezembro de 2019 Arquidiocese

A comunidade de São Gonçalo do Monte, em Itabirito (MG), na Região Pastoral Mariana Norte, estava em festa neste domingo (15). A igreja de São Gonçalo, que estava em ruínas, foi reinaugurada. A celebração, que marcou a bênção do templo foi presidida pelo vigário episcopal da Região Norte, cônego Nedson Pereira, e concelebrada pelo pároco, padre Edmar José da Silva. 

Na homília, cônego Nedson indagou aos presentes se eles eram felizes e destacou alguns motivos para a todos estarem felizes. “Nesta preparação que fazemos para a solenidade do Natal, nós celebramos um domingo chamado de Domingo da Alegria. Estamos felizes porque o Senhor vai chegar. Ele não virá mais na pessoa de uma criança. O Santo Padre nos convida a recordar este momento na história da salvação, voltando o nosso olhar para o presépio, como espaço da manifestação de Deus. Mas, hoje Ele deseja renascer no coração de todos nós. Ele renasci na criança, no idoso, no enfermo, no jovem. Ele quer renascer em nosso coração e nós precisamos nos preparar para isso”, disse.

O presbítero destacou que a comunidade também está feliz com a bênção da igreja. “Essa obra aconteceu porque vocês se uniram, somaram esforços e fizeram com que tudo acontecesse. Quando eu cheguei lá em cima percebi o quanto a igreja se destaca nesse cenário, diante de todas as casas. Acho que quando vocês chegavam e viam só as ruínas dessa igreja o coração não ficava cheio de alegria como ele fica agora. Agora o coração fica cheio de alegria, pois sabemos que essa é a casa de Deus. Como filhos de Deus, não podemos deixar que essa casa ruísse. Que bom que vocês salvaram essa casa”, afirmou. 

Cônego Nedson também lembrou da importância de deixar a igreja sempre aberta. “Quantas bênçãos já aconteceram aqui. Quantas celebrações, sacramentos. Temos que nos alegrar. É aqui que vocês vão vir ao encontro de Deus. Sabemos que Ele estar em toda parte. Mas, o homem precisa ir ao encontro do sagrado. Temos sede do sagrado. Neste espaço, singelo e belo, vocês irão encontrar-se com Deus. Não deixem que essas portas fiquem fechadas, elas já ficaram. Já foi o tempo de ficar com as portas fechadas. Agora, todos os dias, reúnam, rezem o terço, façam a celebração da palavra, a adoração ao santíssimo. Façam deste espaço, um espaço de encontro da comunidade com Deus”, disse.

A igreja

Segundo o pároco, padre Edmar José da Silva, a igreja de São Gonçalo do Monte é datada de 1720, no próximo ano completará 300 anos de existência, e o primeiro batizado realizado neste templo foi em 1721. “Só por causa da sua importância histórica, já merecia esta atenção especial. Mas além disso, é um local sagrado que estava deteriorado pelo tempo e que faz parte da experiência de fé de muitas pessoas”, disse. 

Padre Edmar ressaltou que quando a comunidade solicitou a restauração da antiga capela, ele colocou como condição que a comunidade viva fosse restaurada primeiro. “E assim foi feito. Os poucos moradores do distrito de São Gonçalo do Monte se mobilizaram para reavivar a comunidade que ali existia. Durante a restauração foi criado o Conselho Comunitário de Pastoral e algumas atividades religiosas na comunidade. Junto com a igreja restaurada nasceu também a mais nova comunidade da Paróquia de São Sebastião”, sublinhou. Ele também afirmou, que “dentro da comemoração dos 60 anos da Paróquia, esta reinauguracão trouxe grande alegria para todos os paroquianos”.

O pároco também faz um agradecimento especial ao padre Miguel Fiorillo que em 2009, a pedido de padre Geraldo Barbosa, salvou a igreja da ruína total. “Por motivos diversos, ele teve que paralisar o processo de restauração pouco tempo depois. Assim que cheguei a Itabirito, em 2015, a pedido da comunidade, retomei os trabalhos com o apoio do Ministério público, da prefeitura de Itabirito e do Instituto Yara Tupinambá”, disse.

Agenda