sábado

, 04 de julho de 2020

Dia dos Namorados: Deus aproxima um homem e uma mulher para iniciarem um grande projeto de amor

12 de junho de 2020 Igreja no Brasil e no Mundo

Na véspera do Dia de Santo Antônio, conhecido popularmente como “Santo casamenteiro”, criou-se no Brasil uma data para o Dia dos Namorados. Celebrado por aqui em 12 de junho, este dia está relacionados na maior parte do mundo à data de 14 de fevereiro, Dia de São Valentim. Nesse contexto de comemorações e romantismo, a Igreja pretende ressaltar a sua visão e atenção pastoral para este relacionamento, que deve sempre ter um objetivo e ser um caminho de preparação para o Matrimônio.

Em mensagem para os namorados que iniciam a caminhada e para os “eternos namorados”, ou seja, os que já vivem a vida matrimonial, o bispo de Rio Grande (RS) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Ricardo Hoepers, recordou a etimologia do termo “namorar”, oriundo da expressão em espanhol enamorar-se, cuja ideia é “estar no amor”. “Deus aproxima um homem e uma mulher para iniciarem um grande projeto de amor. Celebrar o Dia dos Namorados é celebrar o estar no amor que Deus sonhou, que Deus desejou para você”, disse o bispo.