sexta-feira

, 24 de maio de 2024

Dom Airton realiza os ritos de dedicação da Igreja e consagração do altar da Matriz de Santa Cruz, em Santa Cruz do Escalvado

20 de abril de 2023 Arquidiocese

“A construção de uma Igreja é a conclusão da fé”.  Essas singelas palavras proferidas pelo Arcebispo Metropolitano de Mariana, Dom Airton José dos Santos, introduziram os ritos de dedicação da Igreja e consagração do altar da Matriz de Santa Cruz, em Santa Cruz do Escalvado (MG), ocorridos no último domingo, 16 de abril.

Com a presença de padres, religiosos, leigos e moradores da cidade de Santa Cruz do Escalvado (MG), que lotaram a Matriz, Dom Airton, realizou, no início da cerimônia, a aspersão com água benta sobre os cristãos católicos, as paredes da igreja e o altar.

Dando sequência a celebração, o então Pároco da Paróquia Santa Cruz, Padre Tiago da Silva Gomes, proclamou o Evangelho João (20,19 – 31). Em seguida, durante sua homilia, Dom Airton disse que a “paz imposta não é paz, é violência”.

“Tem gente que acha que para vencer a guerra tem que fazer outra guerra, que para vencer a violência tem que praticar violência, mas é o contrário. Se eu quiser que haja paz no mundo, eu tenho que promover a paz, eu tenho que viver a paz, tenho que tomar atitudes de paz, não de guerra”, disse.

Na oportunidade, Dom Airton ainda enfatizou que a “Igreja de Cristo é formada por pedras vivas, não por pedras de concreto ou pedras tiradas da natureza para construir um edifício, e que nós somos as pedras vivas do edifício de Cristo”.

“Eu preciso ter fé para dizer que dentro dessa igreja tem banco ou cadeira? Não. Eu preciso ter fé para dizer que dentro dessa igreja tem paredes construídas, bem construídas? Também não. Eu não preciso ter fé, eu estou vendo. Eu preciso ter fé para dizer que dentro dessa igreja hoje existem muitas pessoas? Também não. Agora, eu preciso ter fé para dizer que nessa igreja Jesus Cristo está vivo, ressuscitado, está presente no nosso meio? Sim”, apontou.

O Arcebispo Metropolitano de Mariana ainda ressaltou a importância da realização do rito de dedicação da igreja e a consagração do altar.

“Hoje, nós estamos dedicando essa Igreja de Santa Cruz, para o uso litúrgico, para o culto a Deus, somente isso, isso é o melhor que nós podemos oferecer à humanidade, às pessoas, a nossa esperança e a nossa fé celebrada com dignidade e com simplicidade.

É a primeira vez que eu estou vindo nessa paróquia, para fazer essa coisa bonita que na Igreja acontece: a dedicação de uma igreja e a consagração do altar. Vamos participar com muita devoção, porque a cada ano, nós vamos, outra vez, celebrar a dedicação dessa igreja e a consagração do altar, com festa, com alegria, porque esse lugar é um lugar santo”, disse.

Ao final da liturgia da Palavra, depois da invocação da Ladainha de Todos os Santos, Dom Airton deu início ao rito de dedicação da igreja e consagração do altar. Durante os atos simbólicos, foram depositadas no altar as relíquias de santos e mártires. Em seguida, o altar e as paredes da igreja foram ungidos com o óleo do Crisma. Após a unção, foram incensados o altar e as paredes da igreja. Na sequência, o altar foi iluminado com velas, velas que também foram colocadas junto às cruzes que foram ungidas. Preparado o altar, com o rito de consagração, Dom Airton realizou a celebração da Eucaristia.

À ocasião, Dom Airton foi homenageado pelos paroquianos, com uma linda carta lida e escrita pela representante paroquial, onde foi enfatizado o respeito e a admiração dos cristãos pelo Arcebispo de Mariana.

Para finalizar, a placa de inauguração da obra foi abençoada por Dom Airton e apresentada a todos os cristãos.

Fotos: Paróquia Santa Cruz do Escalvado/Reprodução do Facebook