sábado

, 25 de maio de 2024

Dom Danival Milagres é o primeiro participante do CNBB Podcast

11 de abril de 2024 Arquidiocese

“Nenhum bispo realiza a sua missão de forma isolada. A gente participa da missão do colégio episcopal”. Esta é a convicção do bispo mais jovem do Brasil em idade e em episcopado, Dom Danival Milagres Coelho.

A declaração foi dada nesta quarta-feira, 10 de abril, durante a primeira edição do CNBB Podcast, transmitida pelo YouTube da CNBB no primeiro dia da 61ª Assembleia Geral.  A conversa foi mediada pelos comunicadores Marcus Tullius e Osnilda Lima.

Prolongamento da alegria da ordenação

Nomeado pelo Papa Francisco para Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Goiânia, Dom Danival tem 47 anos e é originário da Arquidiocese de Mariana. Para ele, participar da primeira assembleia, poucos dias após ordenado, é como o prolongamento da alegria vivida no dia da cerimônia, ocorrida no último sábado, 6 de abril, em Barbacena (MG).

“Eu vim passar a lua de mel episcopal já trabalhando na Assembleia do episcopado brasileiro. Para mim é muita honra, muita alegria, é o prolongamento daquela alegria que vivi no dia 6 de abril na cidade de Barbacena. Ali, após a ordenação, há um gesto muito bonito em que os bispos abraçam o novo bispo, sinal de acolhida no colégio episcopal”, disse.

Outro elemento destacado por Dom Danival é a oportunidade de conhecer, não só o episcopado, bem como a diversidade da Igreja no Brasil e a natureza de sua missão episcopal e integrante da maior conferência episcopal do mundo. “Participar desta expressão colegial que é a assembleia, para mim, é o meu presente de ordenação e uma grande responsabilidade, de viver meu ministério episcopal nesta colegialidade com a CNBB”, afirmou.

A acolhida é uma das características destacadas pelo novo bispo nos seus primeiros momentos de Assembleia e nos primeiros contatos com os novos bispos do regional Centro-Oeste, que integrará a partir de agora. “É uma experiência que marca. Quando a gente é transferido de paróquia, a gente continua no mesmo presbitério. Ser nomeado bispo e ir para outro regional é uma grande novidade. Não só na missão, mas também a realidade que vou encontrar. Estou abraçando esta nova missão como um aprendizado. Eu me sinto muito bem acolhido pelos bispos do regional e, claro, a gente vai com o coração cheio de saudade, porque Barbacena marcou de fato a minha caminhada pastoral.”

“É uma graça muito especial ver tanto trabalho da Igreja, não só realizando a sua obra que é a missão evangelizadora para os católicos, mas para a sociedade brasileira. A CNBB é uma presença eficaz da Igreja no Brasil.”

Esperança na juventude

Um dos temas que será abordado no decorrer da assembleia será a juventude. Dom Danival considera a pertinência do tema para pensar em como atingir a juventude hoje. “Fiquei muito feliz de saber que este tema vai ser aprofundado nestes dias. Isso traz muita esperança para nós. Eu, ainda um bispo jovem, vou levar muita experiência daquilo que a gente aprender aqui e das sugestões que forem apresentadas para o meu trabalho que vou iniciar em Goiânia a partir do mês que vem”, destacou.

Uma das mais recentes tarefas desempenhadas por Dom Danival em sua Arquidiocese de origem foi a organização da cerimônia de beatificação da Beata Isabel Cristina, em dezembro de 2022, realizada na cidade de Barbacena. “Ali vivi como pároco por seis anos e meio. Tive a gravíssima responsabilidade de preparar a beatificação da jovem mártir Isabel Cristina. Já que a Assembleia vai tratar da juventude, está aí uma referência para juventude do Brasil. Conhecer a coragem e a determinação desta jovem que deu a sua vida pelos valores da sua fé. Quero levar comigo esta marca da experiência vivida em Barbacena.”

O CNBB Podcast terá duas edições diárias, às 11h50 e às 16h40, ao vivo pelo canal da CNBB YouTube e, posteriormente, na plataforma SoundCloud.

Confira o podcast na íntegra:

Texto: Colaboração de Marcus Tullius (Pascom Brasil) | Equipe de Comunicação 61ª AG CNBBF
Fotos: CNBB

Veja mais:

Dom Danival Milagres Coelho é o mais novo bispo brasileiro