terça-feira

, 16 de agosto de 2022

Dom Geraldo, 50 anos de vocação e serviço

15 de agosto de 2017 Arquidiocese

Em 15 de agosto de 1967, Dom Geraldo Lyrio Rocha iniciava sua caminhada presbiteral em Fundão (ES), sua cidade natal, onde iniciou os seus estudos no Grupo Escolar Ernesto Nascimento. Cursou o ensino médio no Colégio Salesiano Nossa Senhora da Vitória e no Seminário Nossa Senhora da Penha, em Vitória (ES). Estudou Filosofia no Seminário Coração Eucarístico de Jesus, em Belo Horizonte (MG) e Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma. Fez mestrado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Santo Tomás de Aquino, em Roma. Especializou-se em Liturgia, pelo Pontifício Instituto Santo Anselmo, também em Roma.

Cinquenta anos depois, o arcebispo de Mariana ressalta a simbiose da celebração de seu jubileu, pois, mostra a relevância de seu sacerdócio relativo à Igreja particular de Mariana, com uma celebração contagiante, assim como é o sacerdócio do Cristo Jesus oferecido para a fraternidade e para a alegria da vida.

Nesta celebração, Dom Geraldo demostra sua preocupação de pastor com a eclesialidade de Mariana, a vida cultural, econômica, religiosa e os desafios de seu povo. Especificamente na elaboração dos projetos, dos planos de pastorais, dos trabalhos com os conselhos e as comunidades, tudo isso desde a base da comunidade, os grupos de pastorais, das várias instâncias ressalta uma preocupação simbiótica de Dom Geraldo com a arquidiocese de Mariana.

Observando Dom Geraldo, é possível notar o seu amor ao sacerdócio, à eucaristia, à liturgia que são afeitas ao povo, para que todos se sintam compenetrados e concentrados, para celebrar a alegria de ser povo de Deus.

Que o ministério presbiteral de Dom Geraldo seja motivação para o sacerdócio presbiteral e para, também, o sacerdócio do povo de Deus, na vivência e implantação deste reino de justiça e paz.

Mesmo com os desafios enfrentados nesta diocese, problema das barragens, dos atingidos, dos jovens, os desafios da caminhada do povo de Deus, dos encarcerados, que seja o seu ministério, neste cinquentenário, um grande estimulo, uma motivação inspiradora para o sacerdócio de todos, como ministros e como leigos.

Parabéns, Dom Geraldo, por todo exemplo, dedicação e fé nesta caminhada presbiteral.

Agenda