sexta-feira

, 19 de agosto de 2022

Dom Otacílio, bispo referencial da Ação Social Transformadora, divulga carta sobre a 5ª Romaria das águas e da Terra

21 de julho de 2020 Arquidiocese

Dom Otacílio Ferreira de Lacerda, bispo da Diocese de Guanhães (MG) e bispo referencial da Comissão Episcopal para a Ação Social Transformadora do Regional Leste 2, divulgou uma carta sobre a 5ª Romaria das Águas e da Terra da Bacia do Rio Doce, que foi celebrada de 15 a 19 de julho, por meio das mídias sociais.

O documento contém palavras de incentivo e de renovação da solidariedade. “Somos todos desafiados a adotar um comportamento inspirado no princípio de que formamos uma única família humana, que tudo está interligado nesta Casa Comum, e que o genuíno cuidado de nossa própria vida e de nossa relação com a natureza é inseparável da fraternidade, da justiça e da fidelidade aos outros. Portanto, não podemos aceitar o custo dos danos provocados pela negligência egoísta das atividades minerárias, pois este é muitíssimo maior do que o benefício econômico que se possa obter. Nossa Romaria quer ser o eco de tantos gritos e a expressão solidária e esperançosa de numerosas pessoas, famílias, comunidades e grupos étnicos que sofrem direta ou indiretamente por causa das consequências, muitas vezes negativas, das atividades mineradoras”, destaca ao texto.

Para ler o texto na íntegra, clique aqui.

A Romaria

Neste ano, a Romaria refletiu sobre o tema “Bacia do Rio Doce, nossa Casa Comum” e o lema “Aos pés do Bom Jesus, cuidar da Mãe Terra, das Águas e da Vida”. O evento foi realizado pela Comissão do Meio Ambiente da Província Eclesiástica de Mariana, a Comissão da Romaria da Diocese de Guanhães e a Caritas Regional Minas Gerais.

Para que todas as dioceses da Província estivessem em comunhão, a cada dia um diocese foi responsável por conduzir o tríduo preparatório. No domingo (19), uma missa presidida por Dom Otacílio, na Catedral de Guanhães, encerrou a programação.

Agenda