sábado

, 25 de maio de 2024

Domus ASF e Faculdade Dom Luciano Mendes promovem Seminário sobre a Campanha da Fraternidade 2023

20 de janeiro de 2023

Interpelados pela Campanha da Fraternidade, a Domus ASF e a Faculdade Dom Luciano Mendes (FDLM), da Arquidiocese de Mariana, promovem nos dias 08 e 15 de fevereiro um seminário sobre a Fraternidade e a fome. O evento será realizado on-line, a partir das 19h30, com transmissão pelo canal do YouTube da Domus ASF.

No dia 08, a formação terá a participação de Eduardo Brasileiro, sociólogo e integrante da Articulação Brasileira pela Economia de Francisco e Clara (ABEFC); Alexandre Pires, biólogo, mestre em Extensão Rural e Desenvolvimento Local (UFRPE), coordenador geral do Centro Sabiá; e Sergio Conterjnic argentino, Engenheiro Agrônomo pela Universidad de Buenos Aires (Argentina-1988).

Já no dia 15, a conversa será com Bruna Matos, economista e integrante da Articulação Brasileira pela Economia de Francisco e Clara (ABEFC); Maria Emília Lisboa Pacheco, antropóloga, assessora da Solidariedade e Educação (FASE), integrante dos Núcleos Executivos do Forum Brasileiro de Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (FBSSAN) e da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA); Thiago Valentim, formado em filosofia, agente da Comissão Pastoral da Terra (CPT) e coordenador executivo da Associação Escola Família Agrícola Jaguaribana.

Sobre a Campanha da Fraternidade

A Campanha da fraternidade (CF) nasceu como expressão da caridade e da solidariedade em favor da dignidade da pessoa humana. Assumida pelas Igrejas Particulares da Igreja no Brasil, a Campanha da Fraternidade tornou-se expressão de comunhão, conversão e partilha.

Com o tema “Fraternidade e Fome” e o lema Dai-lhe vós mesmos de comer (Mt, 14-16)”, essa é a terceira vez que o assunto será tratado em uma CF pela Igreja no Brasil em um momento em que o país voltou ao mapa da fome e milhares de irmãos e irmãs vivem em situação de insegurança alimentar. Como nos recorda o Papa Francisco “a fome no mundo é um escândalo e um crime contra os direitos humanos”. O Papa ainda afirma que é “dever de todos extirpar esta injustiça através de ações concretas e boas práticas, e através de políticas locais e internacionais ousadas”.

Texto e imagens: Domus ASF

Veja também:

Escola Fé e Política Dom Luciano promove formação sobre a Campanha da Fraternidade 2023

VEJA TAMBÉM