terça-feira

, 09 de agosto de 2022

Eleita a nova coordenação do COMIRE do Regional Leste

17 de fevereiro de 2020 Igreja no Brasil

O Conselho Missionário Regional (COMIRE) do Regional Leste 2 elegeu sua nova coordenação durante a sua Assembleia Anual entre os dias 14 e 16 de fevereiro. O encontro foi sediado em Belo Horizonte (MG), na Casa das Irmãs Sacramentinas de Nossa Senhora, e reuniu cerca de 45 participante. A nova coordenação será composta pelo padre José Eduardo da Diocese de Guaxupé (coordenador), Sandra Bonine da Diocese de Itabira/ Coronel Fabriciano (Vice-coordenadora), Felipe Diniz da Diocese da Campanha (secretário), Iva Fernandes da arquidiocese de Mariana (tesoureira) e o seminarista Filipe Costa da Diocese de Luz (mídias). 

Além da eleição, a assembleia teve como objetivo avaliar e estudar o Programa Missionário Nacional e aprofundar as propostas para sua implantação no Regional Leste 2. Ela contou com a assessoria de irmã Sandra Regina Amado da CNBB Nacional e a presença de padre Roberto Marcelino de Oliveira e do bispo referencial Comissão para a Ação Missionária e bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo horizonte (MG), Dom Vicente Ferreira.

Durante o encontro, também foram propostas as prioridades que o COMIRE Leste 2 irá trabalhar entre os anos de 2020 a 2023. Essas propostas serão repassadas à todas as (Arqui)Dioceses do regional.   

A nova tesoureira, Iva Fernandes, acompanha as Assembleias do COMIRE desde 2016 e acha que foram encontros de grande aprendizado. “O Conselho tem se fortalecido muito. Assumimos, para serem trabalhadas nos próximos anos, algumas das ações propostas pelo Programa Missionário Nacional: sensibilizar as dioceses para que implantam e/ou fortaleçam os conselhos missionários em nível diocesano e paroquial, bem como a Infância e Adolescência Missionária, e a Obra de Propagação da Fé: Juventude Missionária, Famílias Missionárias, Idosos e Enfermos Missionários. Às dioceses também será pedido que acolham o Projeto Igrejas Irmãs e que façam um projeto próprio, a fim de assegurar que as dioceses assistidas tenham ajuda permanente e que os missionários enviados não fiquem desamparados. Foi recordado o documento de Puebla que diz para doarmos da nossa pobreza”, disse. Segundo Iva, Dom Vicente Ferreira pediu, que em sintonia com o documento “Querida Amazônia”, as dioceses procurem enviar missionários para esta região, não só no Brasil, mas também para os outros países que a compõem.

Com informações do Regional Leste 2

Agenda