terça-feira

, 09 de agosto de 2022

Estado do Bem Viver é foco de debate em eixo temático

29 de outubro de 2016 Arquidiocese

As atividades do eixo Estado do Bem Viver, acolhido pela paróquia São João Batista, em Conselheiro Lafaiete, realizaram a reflexão sobre a necessidade de construir um estado que promova a defesa da vida em suas diversas manifestações, a globalização da solidariedade em lugar da globalização do descartável e fazer um contraponto à lógica-capitalista dominante e manipuladora. Com a coordenação de Bruna Monalisa e assessoria do padre Marcelo Moreira Santiago, o eixo fez memória ao ex-assessor da Pastoral da Juventude, Diego William, falecido num acidente automobilístico em setembro de 2014.

“O Diego William é, pra gente, uma referência enquanto jovem, enquanto indivíduo que acreditava na vida e, sobretudo, na sociedade do bem viver. Quando nosso grupo de trabalho traz esse tema, pensa na perspectiva de um mártir contemporâneo pra nossa realidade, e entendemos que o Diego nos representaria”, ressaltou a coordenadora do eixo, Bruna Monalisa, sobre a escolha do Diego como referência para os participantes.

Após o momento de memória e orientações sobre o eixo, os setenta participantes foram divididos em seis grupos de trabalho: democratização da mídia, estado para quê e para quem, democracia participativa, economia sustentável, saneamento ambiental e função social da propriedade.

A coordenadora do grupo “Estado para quê e para quem?”, Márcia Sacramento, comentou sobre a importância desse momento de formação e escuta, quando a Igreja mostra que se faz próxima e atenta às necessidades do seu povo: “No momento atual, é essencial ter um espaço para refletir o estado do bem viver, entender o papel do estado e para quem ele dá atenção, que não deve ser como acontece, dando privilégio aos que estão no poder”. Encerrando as atividades do dia, após a celebração eucarística, os participantes tiveram um momento de vivência cultural junto à comunidade paroquial de São João Batista.

Eixos temáticos

Além do Estado do Bem Viver, o 6° Fórum Social promoveu outros cincos eixos de trabalhos: Dignidade Humana, Justiça Restaurativa, Metodologias Populares, Água, Minério e Energia para a Soberania e Saúde e Segurança Alimentar.

Colaborou: Laene Medeiros 

Agenda