segunda-feira

, 15 de agosto de 2022

Faleceu Dom José Geraldo da Cruz, Bispo Emérito da Diocese de Juazeiro (BA)

04 de abril de 2022 Igreja no Brasil

A Diocese de Juazeiro (BA) comunica o falecimento nesta segunda-feira, 4 de abril, de seu Bispo Emérito, Dom José Geraldo da Cruz. Ele havia sido diagnosticado com câncer de próstata, em maio de 2021, doença contra a qual vinha travando uma batalha desde então, mas faleceu em decorrência de um infarto no hospital de Muriaé (MG), cidade onde reside seus familiares.

O sepultamento acontecerá na cidade de Muriaé nesta terça-feira, 5 de abril, a pedido da família. Após ser cumprido o tempo exigido, seus restos mortais serão trasladados para a diocese de Juazeiro. Será celebrada, amanhã, 5 de abril, às 18h, na catedral santuário Nossa Senhora das Grotas, em Juazeiro, a santa missa das exéquias em sufrágio por dom José Geraldo. As atualizações das informações serão disponibilizadas nas redes sociais da diocese.

Trajetória pessoal e eclesial

Dom Geraldo é natural de Muriaé (MG). Nasceu em 8 de agosto de 1941. Religioso da Congregação dos Agostinianos da Assunção, ele fez sua profissão religiosa dia 14 de maio de 1961, foi ordenado sacerdote em 1º de maio de 1969, em Belo Horizonte (MG). No dia 4 de junho de 2003 foi nomeado como o terceiro bispo de Juazeiro (BA) pelo então Papa João Paulo II, sendo sagrado em 16 de agosto do mesmo ano por Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida, SJ. Adotou como lema episcopal: “Venha a nós o vosso Reino”.

Assumiu sua missão em Juazeiro em 30 de agosto de 2003. Em seu governo pastoral, o bispo da congregação Assuncionistas, buscou uma continuidade com o legado de seus antecessores e dar acento à formação de um clero local e de seminaristas, tendo como resultado é uma quantidade maior de padres assumindo as paróquias.

Também houve, no período de seu governo, a incorporação do município de Uauá à diocese, assim como a fundação de novas paróquias, que aos poucos foram dando outra configuração geográfica ao território diocesano. Também foram criadas outras pastorais, como a Pastoral da Pessoa Idosa, Comunicação e Universitária. Vem sendo dada uma reanimação na Catequese.

Houve, também, uma maior preocupação com a questão administrativa, de se criar uma estrutura mais aparelhada para dar conta das atividades pastorais. Durante a gestão de dom Geraldo, foi celebrado os 50 anos de fundação da diocese de Juazeiro e a elevação da Catedral diocesana à Santuário Nossa Senhora das Grotas.

Próximo a completar 75 anos,  dom José Geraldo pediu ao Papa a nomeação de um bispo coadjutor que o sucedesse no pastoreio de Juazeiro. Assim, em setembro de 2016 passa o comando da diocese para seu quarto bispo.

Condolências

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou nota de condolências, por ocasião da morte de dom José Geraldo da Cruz.

Nota de pesar pelo falecimento de dom José Geraldo da Cruz

 

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) manifesta pesar pelo falecimento de dom José Geraldo da Cruz, bispo emérito da diocese de Juazeiro (BA), nesta segunda-feira, 4 de abril.

Unimo-nos em solidariedade ao bispo de Juazeiro, dom Beto Breis, aos familiares, amigos e ao povo de Deus presente na diocese. Em preces pela alma de dom José Geraldo, damos graças a Deus pela vida deste pastor e pelos anos doados à Igreja, especialmente por seu pastoreio na igreja particular de Juazeiro, da qual foi o terceiro bispo.

Diante do testemunho dedicado de dom José, reiteramos, a certeza de que a vida sempre vence a morte.  Reafirmamos, ainda, a certeza de que, mesmo diante da morte, somos sempre convidados a nascer de novo – como nos apresenta o Evangelho de João 3, 1-8.

Em Cristo,

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte, MG
Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre, RS
1º Vice-Presidente da CNBB

Dom Mário Antônio da Silva
Arcebispo eleito de Cuiabá, MT
2º Vice-Presidente da CNBB

Dom Joel Portella Amado
Bispo auxiliar do Rio de Janeiro, RJ
Secretário-Geral da CNBB

Texto e imagem: CNBB

Agenda