quinta-feira

, 18 de abril de 2024

Festa de Nossa Senhora das Mercês e Perdões é celebrada em Ouro Preto

04 de outubro de 2022 Arquidiocese

A Venerável Ordem Terceira de Nossa Senhora das Mercês e Perdões, da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Ouro Preto (MG), realizou dos dias 21 a 25 do mês de setembro, as solenidades em honra a Virgem Senhora das Mercês e ao Senhor Bom Jesus dos Perdões.

Os dias maiores das solenidades foram precedidos por um tríduo solene que contou com a presença de movimentos e associações religiosas que compõem a Paróquia Nossa Senhora da Conceição e outras paróquias e instituições da cidade, além da contribuição do Coral Sant’Ana e do Coro e Orquestra Dom Oscar de Oliveira.

No sábado, dia 24, a Ordem celebrou o dia festivo dedicado ao Senhor Bom Jesus dos Perdões e Nossa Senhora da Saúde, devoções que são mantidas e cultuadas desde a antiga capela que deu origem à atual igreja de Nossa Senhora das Mercês. Esse dia contou com a presença das Irmandades do Santíssimo Sacramento de Ouro Preto e região e uma programação com a adoração e bênção do Santíssimo Sacramento, Missa festiva e procissão com as imagens do Bom Jesus e da Senhora da Saúde.

No domingo (25), dia festivo dedicado à Nossa Senhora das Mercês, as comemorações se iniciaram logo cedo, com a alvorada festiva e repique de sinos. No decorrer do dia, ocorreram celebrações da Santa Missa às 8h30, 10h, sendo essa a solene cantada que contou com a participação da Orquestra Mater Dei da cidade de Resende Costa (MG) e autoridades municipais, Momento Mariano às 15h e Missa Festiva às 19h, encerrando as festividades com a procissão e o solene Te Deum, cantado pelo Coral e Orquestra São Pio X.

Segundo irmãos da Venerável Ordem Terceira, “vivenciar a festa da padroeira é um momento marcante para todos, pois além de agradecer as graças e pedidos a Nossa Senhora, também é um momento de expressar a fé, o amor e a devoção”. Eles ainda afirmam que “celebrar a abertura dos 280 anos de fundação da Irmandade e os 200 anos de elevação à categoria de Ordem Terceira, nos mostra que o legado deixado por nossos antepassados e pelos santos Pedro Nolasco e Raimundo Nonato, ainda continua vivo nos corações dos irmãos de nossa Ordem e daqueles que ainda irão ingressar e dar continuidade ao carisma de libertação!”.

Texto: Maycon Gabriel Sant’Ana Gomes

Fotos: Eliseu Damasceno Matos Fotografia

Agenda