sábado

, 04 de julho de 2020

Fiéis da paróquia de São João Batista, em Conselheiro Lafaiete, celebram seu padroeiro

25 de junho de 2020 Arquidiocese

Com alegria, fé e esperança, nessa quinta-feira (24), a paróquia de São João Batista em Conselheiro Lafaiete (MG) celebrou a festa de seu padroeiro. Sem a presença de fiéis, exceto aqueles que tinham funções específicas, e seguindo as orientações sanitárias e eclesiásticas, a missa foi transmitida pelo Facebook, tendo início por volta das 19h. Em sua homilia, padre Lambert Noben, membro da congregação dos Missionários dos Operários (MO) e pároco da referida paróquia, salientou “que João é uma verdadeira dobradiça, uma vez que traz a mensagem do Antigo Testamento, mas revela a novidade do Novo Testamento, que é Jesus. João Batista ficava longe da riqueza, do luxo. Morava no deserto, onde se relacionava com Deus, e ali começou um seguimento diferente, às margens do Jordão, longe das autoridades religiosas que oprimiam o povo. Preparava o mesmo para acolher a boa-nova de Cristo, uma vez que, com humildade, sempre dizia que não era o Messias”. Padre Lambert sublinhou ainda que, nos últimos anos, tivemos grandes profetas, como Dom Hélder, Dom Evaristo e Dom Luciano; e falou que hoje, infelizmente, parece que se esqueceu do profetismo. No batismo, todos nós fomos ungidos sacerdotes, pastores e profetas, que vivamos essa condição, completou ele.

Os paroquianos se mobilizaram, a fim de que a evangelização, mesmo que adaptada, continuasse, especialmente, dentro desse período tão importante para a paróquia, como é a festa de São João Batista. Iniciada no dia 15 de junho, a festa do padroeiro teve dois eixos: espiritual e caritativo.

Primeiro, foi realizada a segunda etapa da campanha solidária Tempo de Cuidar, com o objetivo de arrecadar alimentos e produtos de higiene e limpeza para os mais necessitados. Todo o material foi higienizado e a equipe seguiu diversas orientações sanitárias. O relatório oficial da segunda etapa da campanha está disponível aqui para mais informações. Esse gesto manifestou o ofertório que é realizado durante a novena anualmente, mas também demonstrou a sensibilidade da comunidade para com aqueles que enfrentam a faltam do básico por causa das consequências da pandemia, juntamente, com a desigualdade social. Essa iniciativa esteve em comunhão com a campanha emergencial promovida pela Caritas e CNBB, e em sintonia com a Campanha da Fraternidade 2020.

Segundo, toda a novena foi transmitida pelas redes sociais, tendo como tema geral: Com São João Batista, reaprendamos a ser Igreja. A finalidade foi refletir sobre a necessidade da conversão pessoal e comunitária, ações e palavras que precisamos deixar para abraçar, verdadeiramente, a vida em Cristo e no Espírito Santo. Cada dia uma comunidade da paróquia rezava a novena e padre Lambert trazia uma reflexão própria para cada dia. Muitas famílias prepararam-se, para toda noite, viver esse momento de oração em casa, porém em unidade com toda a paróquia. Todo esse trabalho se mostrou como um modo de louvar a Deus a vida e o testemunho de São João Batista, não se apagando a chama da fé frente ao momento dramático enfrentado pela humanidade.