sábado

, 20 de abril de 2024

Formação sobre a Pastoral do Dízimo na Região Mariana Sul resgata fundamentos do Documento 106 da CNBB

19 de março de 2024 Arquidiocese

O Centro de Pastoral da Região Mariana Sul recebeu no último sábado, 16 de março, representação das paróquias da Região para uma nova formação da Pastoral do Dízimo.

Ao todo, 31 pessoas participaram do momento conduzido pelo Assessor Regional da Pastoral, Diácono Evanildo Cândido, e as Coordenadoras Regionais, Márcia Castro, Cristiane Neponucemo e Eva Alineia.

Os participantes compartilharam ideias e relembraram os compromissos firmados para a ano de 2024 junto às paróquias. As formações resgataram alguns conceitos, baseados no Documento 106 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), além do caráter caritativo do Dízimo.

Primeiramente, o Diácono Evanildo repassou aos presentes alguns aspectos como os Fundamentos Bíblicos do Dízimo, finalidade e implantação. Neste momento, foram destacados pontos a serem trabalhados nas paróquias para um resultado mais efetivo junto aos paroquianos. O foco principal era mostrar a importância do dizimista e do trabalho dos agentes enquanto multiplicadores na pastoral.

Em um segundo momento, Márcia Castro falou sobre os elementos fundamentais para uma bem-sucedida organização e funcionamento da Pastoral do Dízimo como liderança e trabalho em equipe. “O comprometimento de todos envolvidos na Pastoral é o ponto principal na realização de um bom trabalho, desde as comunidades até as paróquias”, destacou.

Eva Alinéia, também coordenadora, expressou o que espera com essas formações e suas perspectivas: “como coordenadora do Dízimo, percebo que essa nova formação pode ser muito significativa. Temos o desejo de aprofundar nossa compreensão sobre a importância do Dízimo, como ele contribuí para a comunidade e para a prática da fé, além de destacar a expectativa de fortalecer os laços com a comunidade e encontrar novas formas de aplicar os ensinamentos da pastoral no dia a dia. Temos expectativa de que essa formação traga reflexões enriquecedoras e inspire ações positivas dentro e fora da comunidade. Ao compartilhar essas expectativas, nós estaremos demonstrando o nosso comprometimento e entusiasmo em relação a essa nova etapa da formação do dízimo”.

Na avaliação de Maria Helena Meira, da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Barbacena, “a Formação do Dízimo foi muito sucinta, clara e fortalecedora para nossa missão”. “O Diácono Evanildo fez colocações que nos comprometeu a uma missão com perseverança e que precisamos invocar o Espírito Santo que é nossa luz, assim, colaboramos na construção do Reino. Só conseguiremos fazer essa missão se refletirmos e meditarmos a Palavra de Deus, dessa forma, colocaremos em prática os ensinamentos de Jesus. Precisamos dar nosso testemunho, assim teremos condições de evangelizar o nosso próximo. Conscientizar para que ele também venha ser um dizimista autêntico. Com amor acolhemos, instruímos, partilhamos, doamos e vivemos a comunhão fraterna em nossa paróquia”, disse.

Texto: Ana Paula Mendes dos Santos
Foto: Ana Carla Mendes dos Santos

 

Agenda