terça-feira

, 09 de agosto de 2022

Fundo Nacional de Solidariedade (FNS) destinou mais de dois milhões de reais para projetos sociaias em 2021

31 de março de 2022 Igreja no Brasil

O Conselho Gestor do Fundo Nacional de Solidariedade (FNS) aprovou o repasse de mais de dois milhões de reais, em 2021, para um total de 94 projetos de entidades sociais, sem fins lucrativos, e que estavam habilitados a trabalhar com a temática “Fraternidade e Diálogo: compromisso de amor”, proposta pela Campanha da Fraternidade Ecumênica (CFE).

No contexto da pandemia do novo coronavírus, os recursos arrecadados (R$ 2.175.429,19) apoiaram projetos sociais relacionados a questões emergenciais como a segurança alimentar, geração de renda e a prevenção da pandemia.

Os 94 projetos têm focos específicos de ação e seguiram um conjunto de regras, uma delas é o encaixe em um dos três eixos de atuação, conforme estabelecido em edital próprio: (1) auxílio a situações de insegurança alimentar; (2) insumos para cuidados sanitários ligados à pandemia e 3) captação para a geração de renda.

No que diz respeito ao primeiro eixo, de auxílio a situações de insegurança alimentar, o Departamento Social da Conferência Nacional dos Bispos (CNBB) divulgou que foram destinados o total de R$ 1.448.812,37.  Com relação ao segundo eixo, de insumos para cuidados sanitários, foram destinado o valor total de R$ 363.257,76. E os projetos que dizem respeito à captação para a geração de renda receberam R$ 363.359,06.

O Departamento Social também revelou que cinco dos projetos aprovados tiveram recomendações de outras igrejas. Seis deles são projetos de entidades indígenas ou que vão realizar trabalhos com indígenas e dez deles são de entidades quilombolas ou que vão realizar trabalhos com quilombolas.

Projetos aprovados por regiões

A região sudeste é que mais teve projetos aprovados (39), seguida das regiões nordeste (30), sul (13), centro-oeste (7) e norte (5). O estado com maior número de projetos aprovados é Minas Gerais (26); juntos, eles receberam a quantia de R$ 588.307,33.

Confira os estados e o número de projetos aprovados:

– BA – 06 projetos
– CE – 05 projetos
– DF – 04 projetos
– MA – 04 projetos
– MG – 26 projetos
– MT – 02 projetos
– MS – 01 projeto
– PA – 03 projetos
– PE – 03 projetos
– PI – 03 projetos
– PR – 08 projetos
– SC – 02 projetos
– SE – 02 projetos
– RJ – 05 projetos
– RN – 07 projetos
– RO – 01 projeto
– RS – 03 projetos
– SP – 07 projetos
– TO – 01 projetos

O coordenador do Departamento Social da CNBB, Franklin Queiroz, enfatizou a importância que o FNS adquire, para a Igreja no Brasil, e na ajuda aos mais necessitados, especialmente num contexto difícil da pandemia e de desemprego:

 “O FNS é um importante instrumento de partilha e de comunhão  que faz chegar aos mais necessitados a ajuda necessária para as mais diversas realidades sociais. É um ‘braço’ da Igreja Católica que envolve e distribui esperança a partir do gesto concreto da Campanha da Fraernidade que acontece no domingo de Ramos, a coleta da Solidariedade!”, disse.

Balanço completo

No site do Fundo Nacional de Solidariedade há uma relação completa dos projetos que foram aprovados, além da prestação de contas. Confira: http://fns.cnbb.org.br/fundo/informativo/index

Texto e Imagem: CNBB

Agenda