segunda-feira

, 15 de agosto de 2022

Grupos da PJ programam atividades para conscientização do Setembro Amarelo

09 de setembro de 2019 Arquidiocese

Inspirados no mês de prevenção de suicídio, conhecido como setembro amarelo, grupos de base da Pastoral da Juventude (PJ) de algumas cidades da Arquidiocese programaram atividades com o objetivo de alertar e colocar em discussão a Saúde Mental.

Em Matipó, na Região Mariana Leste, o grupo Caminho Aberto Ao Encontro de Cristo (CAEDEC) participou do desfile cívico da independência, realizado na última sexta-feira(6), pela Escola Estadual do Bairro Boa Vista. “Falar é a melhor solução e viver é a melhor opção”, “Seja solidário, nós nunca sabemos o que cada pessoa enfrenta” foram frases levadas pelo grupo.

Camila Aparecida Gomes Nunes, integrante do CAEDEC, conta que eles também apresentaram uma peça inspirada na temática. Na cena, a personagem tenta suicídio por não se sentir amada pela mãe, mas desiste ao receber conforto de um amigo. “Mostramos assim a importância do diálogo, da atenção e do amor ao próximo porque toda vida importa e nós nos importamos”, revela. O grupo também está se preparando para apresentar o tema nos dois colégios do município.

Grupo de jovens CAEDEC, de Matipó, participa de Desfile da Independência

Em Sericita, também na Região Leste, o grupo Juventude Organizada Idealismo e Ação (JOIA) está estudando desde o primeiro domingo do mês o subsídio “Saúde Mental: Cristo vive e quer-te vivo”, feito pela coordenação arquidiocesana da PJ da Arquidiocese de Manaus. Ontem (8), eles estudaram  sobre o estresse, transtorno de ansiedade e transtorno depressivo.

“Eu particularmente acho enriquecedor porque é preciso falar sobre e ouvir. Geralmente os grupos de bases estão cheios de jovens que vivem a pressão de sair do Ensino Médio e entrar na faculdade, fazer um bom Enem, e a pressão de todas essas questões desestabilizam. Além disso, muitos enfrentam conflitos familiares, amorosos, entre outros”, opina a integrante Franciele Scala, que também é secretária arquidiocesana da Pastoral da Juventude. No último domingo do mês, o grupo irá fazer acolhida antes da missa das 19h com cartazes e frases que alertem sobre tema, conforme realizado no ano passado (foto da matéria).

Jovens de Passagem de Mariana, distrito de Mariana, Região Norte, também estudam o mesmo subsídio e programam o I Dia Paroquial da Juventude para este mês, que também trará a temática do Setembro Amarelo. “Para nós é muito importante falar sobre o Setembro amarelo, principalmente nos grupos de base, onde os jovens se sentem acolhidos e ficam a vontade para partilhar situações vivenciadas diariamente”, destaca Kenia Carolina da Costa Tavares, Coordenadora do Grupo Jovens Unidos em Missão (JUM), de Passagem, e integrante da Equipe Regional e Central da PJ.

Presidente Bernardes, na Região Centro, também estudará nos próximos dias o mesmo subsídio. Em Carandaí, Região Mariana Sul, além de ler o subsídio, o grupo Jovens Em Marcha Pela Evangelização (JEMPE) vai participar da Caminhada pela Vida amanhã (10), às 14h, que será realizada pela Secretaria de Saúde do município a fim de conscientizar sobre a Saúde Mental. “O objetivo é chamar a atenção da população para a importância da valorização da vida e de acompanhar aqueles que sofrem com a depressão e afins”, explica o integrante do JEMPE Renato César de Lima.

Em Ouro Branco, Região Pastoral Mariana Oeste, no dia 22 de setembro, o grupo Identidade Jovem irá dar início a um curso aberto de 3 encontros para a juventude da cidade. “Neste primeiro encontro será abordado exclusivamente a mística do cuidado pessoal. Vamos falar sobre o setembro amarelo e os assuntos que esse mês traz consigo”, explica a integrante do grupo, Evelyn Gabriele Belo Faria de Oliveira.

Agenda