segunda-feira

, 15 de agosto de 2022

Igreja de Nossa Senhora do Rosário é reinaugurada no distrito de Acuruí

29 de outubro de 2019 Arquidiocese

Em clima de festa e gratidão, os moradores do distrito de Acuruí, em Itabirito (MG), na Região Pastoral Mariana Norte, participaram da missa de reinauguração da igreja de Nossa Senhora do Rosário no último domingo (27). A celebração foi presidida pelo vigário geral da arquidiocese, monsenhor Luiz Antônio Reis Costa, e concelebrada pelo pároco, padre Edmar José da Silva, e pelo vigário paroquial, padre Harley Lima de Carvalho. Além da comunidade, autoridades do município, a artista plástica Yara Tupynambá e representantes do Instituto Yara Tupynambá também participaram da celebração. 

Na homilia, monsenhor Luiz Antônio destacou que Igreja restaurada não significa missão terminada. “A partir de agora, duas coisas são necessárias. A primeira é que a igreja funcione. Ela não pode ser um belo templo restaurado e fechado. Essa igreja foi erguida para ser usada e o seu uso é o uso da oração. Faço esse apelo ao povo desta comunidade, que aqui seja um espaço povoado pela oração. Aqui não pode ser um lugar despovoado espiritualmente”, afirmou.

Ele complementou dizendo que a segunda coisa que precisa ser feita é a conservação. “Uma coisa é a restauração que foi feita e muito bem feita, nos alegramos com isso. A restauração durou um período de tempo, agora vem a outra parte, que é igualmente importante, a conservação. Não basta só a restauração. Se não houver a conservação daqui há 10 anos vai estar do jeito que estava antes. A conservação é muito importante. Se ela não acontece o templo vai degradando ano após ano. Precisamos ter o compromisso com a conservação”, sublinhou o presbítero.

Monsenhor Luiz Antônio também lembrou que a devoção à Nossa Senhora do Rosário faz parte da história de Minas Gerais. Segundo ele, os mais antigos sabiam que a oração do terço é uma oração que fortalece espiritualmente as pessoas. “Quem é mais atento ao ambiente histórico de Minas Gerais percebe que a devoção à Nossa Senhora do Rosário é uma das devoções mais frequente. Por sinal, a devoção à Nossa Senhora da Conceição e à Nossa Senhora do Rosário são os dois títulos da Virgem Maria que mais se repetem no nosso estado. O nosso povo desenvolveu essa devoção tão forte, que os levou, a tanto tempo, a erguer capelas, ermidas, altares em honra a Virgem Maria sob este título. A oração do terço é uma oração que nos fortalece espiritualmente. Quem reza o terço todos os dias e reza bem sente algo diferente. Esse é o motivo dessa devoção ser tão frequente. Os antigos tinham uma consciência muito clara que este fortalecimento espiritual é necessário. E que devemos buscá-lo todos os dias”, explicou monsenhor Luiz Antônio.

A obra

Com duração de um ano e cinco meses, as obras foram realizadas pelo Instituto Yara Tupynambá, tendo a comunidade local como protagonista, por meio dos alunos do curso de restauro de elementos artísticos. A ação foi apoiada pelo Ministério Público Estadual e pela prefeitura municipal. 

“Estamos celebrando o ano jubilar da Paróquia de São Sebastião e esta reinauguração se insere dentro deste contexto. É um momento muito especial para o pároco e para  todos os paroquianos, especialmente os moradores do distrito do Acuruí. No ano passado, reinauguramos também a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, que estava completando 300 anos, no mesmo distrito”, afirmou padre Edmar.

O pároco reforçou que é preciso preservar o patrimônio da Igreja. “Este templo quase tricentenário tem um grande valor religioso, mas também possui considerável valor  histórico e artístico”, disse. Ele acrescentou que em três anos, duas igrejas históricas do Acuruí foram restauradas. “Nos últimos meses, os restauradores trabalharam até durante a noite para concluir o processo com mais agilidade. Quero expressar gratidão especial ao Ministério Público Estadual que viabilizou os recursos para a restauração das duas igrejas. Gratidão também aos demais parceiros neste projeto: Instituto Yara Tupinambá, Prefeitura Municipal de Itabirito e comunidade do Acuruí”, pontuou padre Edmar. 

Para a moradora do Acuruí, Sirley Pena, esse foi um dia especial. “Quando a gente vê tudo pronto é uma grande alegria. Três ano e duas igrejas pontas é uma conquista muito grande. Eu vesti a camisa e ouvi o conselho do meu pai de não deixar as obras pararem. Estou desde o começo dessa história”, disse. Sirley acrescenta que o apoio durante as obras foi fundamental. “O instituto sempre nos acolheu bem e nos ajudou muito. Tanto o instituto, quanto o Ministério Público nos ajudaram muito.Também tivemos o apoio da paróquia, do padre Edmar e do Fonseca nessa caminhada”, ressaltou.

Entrega dos certificados 

Após a celebração foi realizada a entrega dos certificados de conclusão de curso para nove alunos do curso de restauro de elementos artísticos. Além da formação, os alunos tiveram a oportunidade de participar da restauração da igreja.

Agenda