sábado

, 25 de maio de 2024

Igreja Matriz de Santo Antônio de Presidente Bernardes: 70 anos de fé e devoção

04 de setembro de 2023 Arquidiocese

Antiga Igreja Matriz de Santo Antônio.

Em comemoração aos 70 anos da inauguração da nova Igreja Matriz de Santo Antônio, em Presidente Bernardes (MG), a Paróquia Santo Antônio realiza de 04 a 06 de setembro o Tríduo comemorativo em vista da festa da dedicação do Templo. Durante esses dias, os paroquianos são convidados a participar das Celebrações Eucarísticas, teatros, palestras, exposições e apresentações musicais.

A Igreja foi sagrada pelas mãos de D. Rodolfo das Mercês Penna (Bispo de Valença-RJ), em 07 de setembro de 1953, dia em que a Igreja no Brasil celebrava a Solenidade de Nossa Senhora Aparecida, que posteriormente foi transferida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para o mês de outubro.

Dom Helvécio Gomes de Oliveira, Arcebispo de Mariana na época, não pôde comparecer na grande festa por motivo de saúde. Dessa forma, concedeu ao Padre José Nicomedes Grossi escolher um bispo para este ato tão solene.

Histórico da construção

A construção da nova Matriz foi idealizada pelo Padre José Nicomedes Grossi, Pároco em Calambau (atual Presidente Bernardes) de 1941 a 1963 que, em 28 de agosto de 1962, foi nomeado como o primeiro bispo da diocese recém-criada de Bom Jesus da Lapa, na Bahia.

Foi Sagrado bispo em Presidente Bernardes, em 25 de janeiro de 1963, e depois de frutuoso ministério episcopal na Bahia, foi morar em Juiz de Fora, falecendo em 21 de junho de 2009. Por vontade de Dom Grossi, escolheu ser sepultado na Matriz de Santo Antônio, em Presidente Bernardes.

Ele deu início às obras da nova Igreja em 01 de março de 1950, contando com doações miraculosas e o trabalho do povo. O construtor Rafael Juliano, os mestres pedreiros, Amantino Luiz Diogo e Geraldino Pereira Diogo, e o pintor espanhol Ramon Domingues Garcia trabalharam incansavelmente na construção da Igreja.

Atual Igreja Matriz de Santo Antônio.

A Igreja possui 86 bancos, sendo 74 grandes e 12 menores, todos feitos por uma única árvore. Suas dimensões são grandiosas, sendo 60 metros de comprimento, 20 de largura e 30 de altura e com mais de 50 vitrais coloridos, representando a vida de Santo Antônio e algumas passagens do Evangelho. A Igreja possui um carrilhão de 7 sinos de 2.000 Kg no total, considerada na época uma das duas Igrejas em todo o estado mineiro que possuía um carrilhão completo.

Possui da antiga Igreja Matriz a pia batismal em pedra sabão, dois altar-mor e o altar da Capela do Santíssimo, todos de 1770. Em 1953, a nova Matriz recebeu o título de maior templo do Estado de Minas, que permaneceu por cerca de dez anos.

Louvamos e bendizemos a Deus por esta Igreja que faz parte da história de cada bernardense. Recordamos não apenas um edifício material, mas lembramos de todo o edifício espiritual construído nestes anos e pelo ministério de todos os párocos que passaram por esta paróquia. Que Santo Antônio possa abençoar abundantemente todos os seus paroquianos, assim como o pároco atual e os sacerdotes oriundo desta Igreja.

Confira a programação da festividade:

Referências bibliográficas:

Biografia de Dom José Nicomedes Grossi, 2002.

Os Antepassados, vol. I. A sua terra. 1979. Pedro Maciel Vidigal.

Texto: Seminarista Andrey Silvio Soares

Imagens: Arquivo da Paróquia Santo Antônio