quinta-feira

, 18 de abril de 2024

Instituições de Congonhas celebram o centenário de falecimento de Dom Silvério

02 de setembro de 2022 Arquidiocese

Considerado uma das figuras mais ilustres de Congonhas (MG), Dom Silvério Gomes Pimenta foi homenageado no centenário de seu falecimento em solenidade realizada na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, na noite desta terça-feira, 30 de agosto.

Em parceria com a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, Secretaria de Educação (Semed) e Instituto Histórico e Geográfico de Congonhas (IHGC), a Academia de Ciências Letras e Artes de Congonhas (ACLAC) capitaneou a solenidade que teve a presença de grande número de fiéis católicos.

As homenagens se iniciaram com a reinauguração do busto de Dom Silvério, instalado defronte a Casa Paroquial, que foi reformado pelo escultor congonhense Raul Santiago. Para abrilhantar a noite de homenagens, a Corporação Musical Senhor Bom Jesus, sob a regência de Pedro Coelho, executou diversas músicas que encantaram o público na Praça da Matriz.

Apresentação da Corporação Musical Senhor Bom Jesus

Após a apresentação da Corporação Musical, aconteceu a Missa Solene. À ocasião, estiveram presentes os padres Edmar José da Silva, Edvaldo Antônio de Melo, Joel, João Francisco e Paulo Barbosa, presidente da celebração. O aluno da rede municipal João Vítor e a Coordenadora da Semed, Andréa Cristina, levaram até o altar a imagem do homenageado, Dom Silvério Gomes Pimenta.

A solenidade contou ainda com a presença de parentes de Dom Silvério que vieram das cidades de Ouro Branco (MG), Mariana (MG) e Dom Silvério (MG), além dos parentes que residem em Congonhas. O Vice-Prefeito de Ouro Branco, Celso Vaz, que é membro do Instituto Histórico e Geográfico de Congonhas (IHGC), também esteve presente durante as homenagens a Dom Silvério. Celso Vaz foi um importante elo entre os parentes do homenageado com os demais membros da ACLAC, IHGC, Semed e da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Congonhas.

Durante a missa, Dom Silvério foi reverenciado por sua importância social e religiosa, sendo lembrado pelo seu rico trabalho pastoral em prol dos menos favorecidos e em defesa da real igualdade social.

Palestra sobre a vida de Dom Silvério

Após a missa solene o Padre e Mestre em História da Igreja João Francisco, realizou uma palestra sobre a trajetória de vida de Dom Silvério abordando temas como a Escravidão × Abolicionismo, o lado poliglota de Dom Silvério, que era fluente em Latim, alemão, grego, inglês, francês e hebraico, além do árduo trabalho para trazer para Minas Gerais as congregações Redentoristas, Salesianos, Filhas da Caridade, Carmelitas, Maristas, Agostinhos, Capuchinhos e tantas outras.

A programação ainda teve o lançamento da 4ª edição da obra “A vida de Dom Viçoso”, biografia do bispo Dom Antônio Ferreira Viçoso, de autoria de Dom Silvério Gomes Pimenta.

Foi uma noite memorável e digna da importância que é dispensada a Dom Silvério Gomes Pimenta.

Familiares de Dom Silvério e os padres presentes

Texto e fotos: André Candreva

Veja também:

Um bispo além do seu tempo: Arquidiocese de Mariana celebra o centenário de falecimento de Dom Silvério

Agenda