segunda-feira

, 04 de março de 2024

Instituto de Teologia do Seminário São José inicia suas atividades acadêmicas

09 de fevereiro de 2024 Arquidiocese

O Instituto de Teologia do Seminário São José iniciou na última terça-feira, 6 de fevereiro, as suas atividades acadêmicas. Neste ano, 32 seminaristas integram a instituição, sendo 25 jovens da Arquidiocese de Mariana, dois da Diocese de Januária (MG) e cinco da Diocese de Porto Nacional (TO).

Abrindo as atividades letivas, esta semana, foi marcada pelo curso de Psicologia Pastoral, ministrado pelo Padre José Carlos dos Santos, e que teve como foco a psicologia do presbítero e do exercício do ministério ordenado. Após o carnaval e retiro, as aulas retornam no próximo dia 19 de fevereiro.

Na abertura do curso, no texto de apresentação do Guia Acadêmico 2024, o Diretor de Estudos do Seminário São José, Padre Geraldo Dias Buziani, apontou três inspirações para orientar os alunos no estudo da Teologia a partir do Papa Francisco.

“Em primeiro lugar, o pontífice exorta que a teologia deve responder aos desafios do tempo presente e, por isso, se vivemos o empenho de uma Igreja ‘em saída’ e missionária, também a teologia deve seguir nessa direção. Ela não pode ser uma teologia de escritório, mas seu lugar de reflexão são as fronteiras, aberta ao mundo e ao ser humano em sua situação existencial”, salientou Padre Geraldo.

De acordo com o presbítero, o segundo o ponto é fazer uma teologia contextualizada, capaz de ler e interpretar o evangelho nas condições nas quais os homens e mulheres vivem. “Assim sendo, a teologia desenvolve-se numa cultura do diálogo e do encontro entre diversas tradições e variados saberes. Essa dimensão relacional impede a teologia de uma autorreferencialidade e a coloca na direção da interdisciplinaridade, tornando-a capaz de valer-se de categorias novas elaboradas por outros saberes para comunicar a verdade da fé”, explicou.

Por fim, Padre Geraldo recordou que o estudo da teologia não pode deixar de lado a dimensão sinodal e sapiencial. “A sinodalidade eclesial empenha os teólogos e estudantes a fazerem teologia em forma sinodal, promovendo entre si a capacidade de escutar, dialogar, discernir e integrar a multiplicidade das instâncias e das abordagens. A dimensão sapiencial conduz a teologia na direção da verdade e da caridade para que ela não se desumanize e empobreça, favorecendo uma reflexão que se deixa interpelar pela realidade e pelos sinais dos tempos”.

Que seminaristas e professores possam ter um rico e frutuoso percurso acadêmico neste semestre que se inicia.

Texto e fotos: Seminário São José

Agenda