domingo

, 14 de agosto de 2022

Jovens se unem no Santuário de Aparecida para rezar pelo fim da pandemia

07 de maio de 2021 Igreja no Brasil

Nesta quinta-feira (06), o Santuário de Aparecida se uniu ao Papa Francisco, aos cristãos de todo o mundo e aos 30 santuários marianos em diversos países, para rezar pelo fim da pandemia.

A oração do Santo Terço no Altar Central da Basílica atende ao pedido do Papa Francisco, de rezar pedindo a intercessão da Mãe de Deus, dentro deste ano da Família e no mês que é dedicado às mães.

Em Aparecida, a oração teve também como intenção os jovens, para que, a exemplo de Maria, façam de suas vidas doação, partilha e confiança constante em Deus.

No primeiro mistério, a oração foi pelos jovens vocacionados; no segundo, pelos jovens que atuam nas pastorais e movimentos da Igreja; no terceiro mistério, pelos jovens que enfrentam dificuldades; no quarto mistério, por todos os casais de jovens que, ao longo deste período de pandemia, apresentaram seus filhos para serem batizados; no quinto mistério, por todos os jovens que perderam familiares, parentes e amigos, que morreram vítimas da pandemia da Covid-19.

A presença dos jovens foi marcante em toda a celebração, como na entrada da imagem de Nossa Senhora Aparecida, na oferta das flores e na contemplação do Santo Terço. Participaram da oração os adolescentes beneficiados pelas Obras Sociais do Santuário Nacional e jovens que trabalham em diversos setores da Basílica.

O Santo Terço também lembrou dos jovens do continente africano, americano, europeu, Oceania e continente asiático.

A celebração foi encerrada com a Oração do Santo Papa pelo fim da pandemia.

“À vossa proteção recorremos, Santa Mãe de Deus” Na dramática situação atual, carregada de sofrimentos e angústias que oprimem o mundo inteiro, recorremos a Vós, Mãe de Deus e nossa Mãe, refugiando-nos sob a vossa proteção.

Ó Virgem Maria, volvei para nós os vossos olhos misericordiosos nesta pandemia do coronavírus e confortai a quantos se sentem perdidos e choram pelos seus familiares mortos e, por vezes, sepultados de uma maneira que fere a alma.

Sustentai aqueles que estão angustiados por terem pessoas enfermas de quem não se podem aproximar, para impedir o contágio. Infundi confiança em quem vive ansioso com o futuro incerto e com as consequências sobre a economia e o trabalho.

Mãe de Deus e nossa Mãe, alcançai-nos de Deus, Pai de misericórdia, que esta dura prova termine e que volte um horizonte de esperança e de paz. Como em Caná, intervinde junto do vosso Divino Filho, pedindo-Lhe que conforte as famílias dos doentes e das vítimas e abra os seus corações à confiança.

Protegei os médicos, os enfermeiros, os agentes de saúde, os voluntários que, neste período de emergência, estão na vanguarda arriscando a própria vida para salvar outras vidas. Acompanhai a sua fadiga heroica e dai-lhes força, bondade e saúde.

Permanecei junto daqueles que assistem noite e dia os doentes, e dos sacerdotes que procuram ajudar e apoiar a todos, com solicitude pastoral e dedicação evangélica.

Virgem Santa, iluminai as mentes dos homens e mulheres da ciência, a fim de que possam encontrar as soluções justas para vencer este vírus.

Assisti os Responsáveis das nações, para que atuem com sabedoria, solicitude e generosidade, socorrendo aqueles que não têm o necessário para viver, programando soluções sociais e econômicas com clarividência e espírito de solidariedade.

Maria Santíssima, tocai as consciências para que as somas enormes usadas para aumentar e aperfeiçoar os armamentos sejam, antes, destinadas a promover estudos adequados para prevenir catástrofes do gênero no futuro.

Mãe amadíssima, fazei crescer no mundo o sentido de pertença a uma única grande família, na certeza do vínculo que une a todos, para acudirmos, com espírito fraterno e solidário, à tanta pobreza e às inúmeras situações de miséria. Encorajai a firmeza na fé, a perseverança no serviço, a constância na oração.

Ó Maria, consoladora dos aflitos, abraçai todos os vossos filhos atribulados e alcançai-nos a graça de que Deus intervenha com a Sua mão onipotente para nos libertar desta terrível pandemia, de modo que a vida possa retomar com serenidade ao seu curso normal.

Confiamo-nos a Vós, que resplandeceis sobre o nosso caminho como sinal de salvação e de esperança, ó clemente, ó piedosa, ó doce Virgem Maria. Amém.

Maratona de oração no mês de maio

O Papa Francisco abriu a maratona de oração pelo fim da pandemia no dia 1º de maio, rezando na Capela Gregoriana da Basílica de São Pedro, diante de um ícone da Virgem Maria, venerado na Basílica Vaticana desde o século VII.  No dia 31 de maio o pontífice encerrará o calendário de preces rezando nos Jardins do Vaticano.

Reveja a Oração do Terço pelo fim da pandemia e compartilhe a oração com os seus amigos e familiares que não puderam acompanhar a celebração ao vivo.

Texto e imagem: Portal A12

Leia mais notícias sobre a Igreja no Brasil e no Mundo

Agenda