domingo

, 14 de agosto de 2022

Livro sobre a vida de Dom Getúlio Guimarães é lançado em Cipotânea

21 de janeiro de 2020 Arquidiocese

O livro “Dom Getúlio: vida e recordações” foi lançado no último dia 17, após a missa das 19h, na matriz de São Caetano em Cipotânea. O texto, que traz a biografia do bispo emérito de Cornélio Procópio no Paraná, foi escrito pelo seu conterrâneo padre Eduardo Moreira Guimarães, que faz parte do clero da diocese paranaense.

Dom Getúlio nasceu em Cipotânea e, é membro da Sociedade do Verbo Divino (Verbita). Ele foi bispo auxiliar de Ponta Grossa (PR) e depois foi transferido para Cornélio Procópio, onde permaneceu 35 anos no governo pastoral.

Segundo o atual bispo desta diocese, Dom Manoel João Francisco, o livro é uma homenagem e ao mesmo tempo uma ação de graças a Deus pelo ministério pastoral de Dom Getúlio. “Ao escrever esta pequena biografia, seu autor, Pe Eduardo Moreira Guimarães, com certeza, teve a intenção de, além de uma homenagem, fazer também, uma singela ação de graças ao nosso Deus e Pai, por tudo o que Dom Getúlio realizou às pessoas no exercício de seu ministério presbiteral e episcopal. E não foi pouca coisa. Por onde passou, Dom Getúlio, fez o bem”. Este, aliás, é o seu lema: ‘Passou pelo mundo fazendo o bem’, completou o bispo na apresentação do livro.

O autor do livro, padre Eduardo, explicou que o livro nasceu após o seu TCC. “Quando terminei a Teologia, precisei fazer o meu TCC e escrevi sobre a formação do clero procopense no governo pastoral de Dom Getúlio. Quando ele chegou a diocese de Cornelio, em 1984, tinha poucos padres diocesanos e foi ele quem formou o clero. A partir disso, eu tive contato com a história dele e percebi a beleza dessa história. Assim, resolvi tornar essa história conhecida para outras pessoas. Também foi uma homenagem a ele, no sentido de gratidão. Estive no seminário de Mariana por 4 anos,  de 2003 a 2006, e, em 2008, fui para a diocese de Cornélio, onde ele me acolheu”, explicou padre Eduardo.

Após a palavra do autor e do homenageado Dom Getúlio foram feitas dedicatórias nos livros para os presentes.

 

Agenda