quarta-feira

, 22 de maio de 2024

Logotipo e hino do Congresso Eucarístico Internacional em Quito foram apresentados

23 de maio de 2023 Igreja no Mundo

“Fraternidade para curar o mundo” é o tema do 53º Congresso Eucarístico Internacional (IEC2024) que se realizará, em Quito, no Equador, de 8 a 15 de setembro de 2024 e que culminará com a celebração da Statio orbis. Um tema inspirado nas palavras do Evangelho “Vocês são todos irmãos” (Mt 23,8) que recorda a atual experiência sinodal da Igreja chamada a se tornar lugar fraterno de inclusão, de pertença compartilhada e de profunda hospitalidade.

No dia 10 de maio, o logotipo e o hino oficial do Congresso foram apresentados na sede da Conferência Episcopal Equatoriana. As notícias relativas ao evento podem ser encontradas no site da Comissão Preparatória e da Pontifícia Comissão para os Congressos Eucarísticos Internacionais.

O logotipo

No logo os símbolos são a cruz, o coração, a Hóstia e a cidade de Quito. A Cruz de Cristo, explica uma nota da Pontifícia Comissão para os Congressos Eucarísticos Internacionais, entra na carne do mundo para curar as feridas abertas pelo pecado: desobediência a Deus, abuso do próximo e exploração da criação. É o novo eixo da história. Ali onde a humanidade descarregou a maior violência contra o Cordeiro de Deus, é precisamente ali que Deus derramou o seu amor em abundância nos sinais da água e do sangue que brotaram do lado aberto de Cristo na Cruz. O Crucificado é o Ressuscitado. De braços abertos abraça a todos como irmãos reconciliados com o Pai.

O Coração aberto de Cristo na Cruz é a fonte do amor que faz novas todas as coisas. A sua ferida já não transpira morte, mas é fonte de vida e de reconciliação. Portanto, as feridas abertas do Ressuscitado são as novas feridas do amor que curam, aqui e agora, todas as feridas ainda abertas do ódio, da inimizade, da violência e da morte.

O símbolo da Eucaristia

A hóstia se refere à Eucaristia, que é o ápice e a fonte de toda a vida cristã. A luz da Eucaristia dá uma nova direção à história humana porque Deus continua reunindo o seu povo, do Oriente ao Ocidente, reunindo-o em torno da Palavra da vida e do Pão vivo que desceu do céu. A Eucaristia é vínculo de fraternidade: onde o pecado nos desconhece como irmãos, a celebração eucarística nos reúne na mesma mesa como filhos do mesmo Pai.

A cidade de Quito

Por fim, Quito, situada no meio do mundo, localizada na latitude zero, que expande a sua tenda para se tornar uma imensa cidade eucarística onde todos somos convidados a participar deste grande sonho de uma fraternidade redimida e curada pelo amor perfeito de Cristo, amor que sempre precede, amor que nesta hora da história ajuda a tomar consciência de que “Vocês são todos irmãos”.

Texto e imagem: Vatican News

Agenda