domingo

, 14 de agosto de 2022

Manhã de sábado é marcada pelo Encontro das Lideranças Juvenis da Arquidiocese de Mariana 

15 de março de 2022 Arquidiocese

No último sábado, 12 de março, aconteceu no Centro Arquidiocesano de Pastoral, em Mariana (MG), o Encontro das Lideranças Juvenis desta Igreja Particular. No total, cerca de 25 pessoas estiveram presentes, incluindo o Arcebispo Metropolitano, Dom Airton José dos Santos, o Assessor Arquidiocesano da Pastoral Juvenil, padre Rodrigo Arthur Medeiros da Silva, e o Pároco da Paróquia Nossa Senhora das Brotas, em Entre Rios (MG), padre Ildeu da Cruz Silvio.

Dom Airton aproveitou o momento para direcionar aos jovens o que a Arquidiocese de Mariana espera deles. Inicialmente em sua fala, ele refletiu que, para acompanhar o ritmo da juventude, é necessário fazer uma evangelização dinâmica direcionada a esse público.

Aproveitando também o momento, Dom Airton tirou dúvidas e ajudou os jovens a pensarem a expressão juvenil da Arquidiocese. Para isso, ele questionou: “Como estamos evangelizando hoje?

Ao responder, propôs à juventude o estudo do novo Projeto Arquidiocesano de Pastoral (PAE), que será lançado na próxima quinta-feira, 17 de março. Ao sugerir essa dinâmica, o Arcebispo pediu para que, a partir do novo PAE, os jovens desenvolvam um caminho de evangelização juvenil, sem deixar de levar em consideração a realidade atual de cada região.

Sínodo

A Igreja no mundo todo está vivenciando o Sínodo 2021-2023. Contextualizando sobre, Dom Airton explicou a necessidade de caminharmos lado a lado, assim como o Sínodo nos pede, a fim de alcançar o propósito da evangelização. Segundo ele, antes de propor um caminho aos jovens é necessário as lideranças olharem para elas mesmas: “Estão caminhando juntos?”, refletiu.

Outras discussões

Após a conversa com o Arcebispo, foi proposto para que cada liderança presente ali compartilhasse suas visões acerca da realidade vivida naquele momento. Questionados sobre como andava a articulação dos grupos e pastorais voltados aos movimentos juvenis, os participantes concordaram sobre a dificuldade em retomar as atividades no pós-pandemia. Além disso, refletiram a necessidade de uma referência sacerdotal e outras problemáticas enfrentadas no momento.

De acordo com o Assessor Arquidiocesano da Pastoral Juvenil, o encontro conseguiu mostrar a atual realidade juvenil da Igreja Particular de Mariana, no sentido de organização e de presença. “Em todas as paróquias, praticamente, a gente sabe que tem algum grupo juvenil constituído, mas são grupos que trabalham de forma isolada”, pontuou Padre Rodrigo. Em relação às suas expectativas, ele diz ter esperança de que agora os grupos conseguirão tomar um rumo, indo atrás da solução dos problemas.

Para Ryan Santos, da Paróquia de Santa Efigênia, em Ouro Preto (MG), a reunião foi um ponto de esperança. “Nós temos agora um norte para começar um caminho novo. Acredito que se pegarmos com muita força e muita coragem, isso vai para frente, sim. É algo que a gente pode ter como confiança! Essa é a palavra: confiança e esperança para esse futuro que há de vir após a pandemia”, afirmou o jovem.

Alexandra Silva de Oliveira, da Forania de Ponte Nova, também compartilhou seu sentimento. “A reunião veio para dar uma luz para gente que é jovem, que passou por esse período muito difícil. Na particularidade, somente cada jovem sabe o que passou e a firmeza que teve que enfrentar para continuar nesse caminho de fé”, desabafou.

Próximos passos

Ao final do encontro, decidiu-se que, em cada região da Arquidiocese de Mariana, será realizada uma reunião com as lideranças juvenis, a fim de se aproximar mais das realidades vividas e executarem as propostas solicitadas por Dom Airton.

Agenda