sábado

, 23 de janeiro de 2021

“Menos consumista e mais autêntico’”: o Papa Francisco expressou ao final da audiência geral seus votos para o Natal

16 de dezembro de 2020

Um Natal menos consumista e mais religioso e autêntico: estes foram os votos do Papa Francisco ao final da Audiência Geral de hoje. O Pontífice fez referência à crise mundial vivida em decorrência da pandemia, afirmando que esta pode ser uma oportunidade para “purificar” o modo como vivemos o nascimento de Jesus.

“Gostaria de exortar a todos a “apressar o passo” rumo ao Natal, aquele verdadeiro, isto é, o nascimento de Jesus Cristo. Este ano, nos aguardam restrições e dificuldades, mas pensemos no Natal da Virgem Maria e de São José: não foi ‘um mar de rosas’. Quantas dificuldades eles tiveram! Quantas preocupações! Não obstante tudo, a fé, a esperança e o amor os guiaram e ampararam. Que seja assim também para nós! Que esta dificuldade também nos ajude a purificar um pouco o modo de viver o Natal, de festejar, saindo do consumismo: que seja mais religioso, mais autêntico, mais verdadeiro.”

Veja o desejo para o Papa Francisco para o Natal deste ano:

Árvore e presépio

Uma tradição que remonta a 1982, introduzida por São João Paulo II, e que nem mesmo a pandemia interrompeu: a cerimônia de inauguração da árvore e do presépio na Praça São Pedro. Com uma presença reduzida de fiéis e turistas, o cardeal Giuseppe Bertello, Presidente do Governatorato do Estado da Cidade do Vaticano, abriu o evento.

“Este presépio nos faz compreender que o Evangelho pode animar todas as culturas. Torna-se um ponto de chegada e de partida para a diocese de Teramo, que fez um intenso caminho pastoral de preparação. Um percurso ao qual se uniu a Eslovênia, de onde vem a árvore, com a qual se criou quase uma ‘parceria’ espiritual. Este abeto nos recorda a beleza extraordinária deste país e as suas tradições”.

Para a Eslovênia, é a segunda vez que doa uma árvore de Natal ao Papa. A primeira foi em 1996. “Estamos muito felizes e orgulhosos de poder doar outra árvore ao Papa depois de 24 anos”, declarou o embaixador do país junto à Santa Sé, Jakob Stunf.

Já o presépio foi realizado por jovens estudantes do Instituto de Arte “F.A. Grue”. Foram trazidas a Roma, todavia, somente algumas peças da frágil coleção de cerâmica composta por 54 estátuas. As esculturas representam os Magos; no centro, no ponto mais alto, está o grupo da Natividade com o Anjo acima, simbolizando a sua proteção sobre o Salvador, Maria e José.

Com informações e fotos VaticanNews

Agenda

VEJA TAMBÉM