domingo

, 07 de agosto de 2022

Missa da Unidade reúne clero e cristãos leigos e leigas em Mariana

24 de março de 2018 Arquidiocese

Emoldurada pelo Ano do Laicato, a Missa da Unidade foi presidida na manhã desse sábado (24) pelo arcebispo de Mariana, Dom Geraldo Lyrio Rocha, na igreja de São Pedro dos Clérigos, em Mariana. A celebração contou com a participação do bispo emérito de Oliveira, Dom Francisco Barroso, do clero diocesano e de vários cristãos leigos e leigas.

Na homilia, Dom Geraldo ressaltou que os fiéis e os ministros ordenados vivenciam, ao seu modo, o sacerdócio de Cristo. E que a celebração da unidade exalta o sacerdócio de Jesus Cristo. “Após realizarmos na arquidiocese de Mariana o Ano da Vocação Sacerdotal, celebramos agora, com toda a Igreja do Brasil, o Ano do Laicato. Esta coincidência nos permite aprofundar o que diz o Concílio Vaticano II, na Constituição Dogmática sobre a Igreja: o sacerdócio comum dos fiéis e o sacerdócio ministerial, embora se diferenciem essencialmente, e não apenas em grau, ordenam-se um ao outro; pois um e outro participam, a seu modo, do único sacerdócio de Cristo”, disse.

Nessa celebração os presbíteros renovaram suas promessas sacerdotais e os óleos do crisma, do batismo e dos enfermos, que serão usados durante o ano, foram abençoados.

Para o vigário episcopal da Região Leste, cônego Lauro Versiani, a missa da unidade é um momento de comunhão eclesial, onde o bispo com o presbitério celebra o início da semana santa. “Essa comunhão se faz presente no único sacerdócio de Jesus Cristo, que é o único mediador entre Deus e a humanidade. Nós somos sacerdotes e participamos do único sacerdócio de Jesus Cristo. Esse é também um momento da benção dos óleos que serão utilizados ao longo do ano nas nossas comunidades e onde nós, que fomos ordenados padres, renovamos os nossos compromissos sacerdotais. Essa é uma missa muito bonita”, afirma cônego Lauro.

No final da celebração, Dom Geraldo sublinhou a necessidade de todos estarem em comunhão com a Igreja e agradeceu a presença de todos, principalmente dos cristão leigos e leigas que vieram de suas comunidades e paróquias para participarem da celebração.

A representante do Conselho Arquidiocesano do Laicato, Sônia Barbosa, conta da alegria de participar da missa da unidade. “Eu nunca imaginei participar dessa celebração, o convite foi uma surpresa e marca esse sentido de estarmos em comunhão, além de reforçar a presença do leigo no ano do laicato”, disse.

Leia a homília de Dom Geraldo na íntegra.

Agenda