sábado

, 08 de agosto de 2020

Missões em preparação ao Fórum Social são iniciadas em Barão de Cocais

24 de setembro de 2019 Arquidiocese

Barão de Cocais já está no clima do 7° Fórum Social pela Vida. Na manhã desta segunda-feira (23), cerca de 60 missionários de várias partes da arquidiocese chegaram à cidade para participar de uma experiência missionária em preparação para o evento. Na parte da tarde, o grupo participou de uma formação conduzida por um dos dos coordenadores das missões, Whelton Pimentel (leleco).

Segundo ele, além de missionários de Mariana, a iniciativa está contando com a presença de missionários da Arquidiocese de Belo Horizonte, da Diocese de Caratinga e de sete padres. “Esses missionários estão divididos em todas as comunidades rurais e urbanas de Barão de Cocais”, disse. Leleco acrescenta que esse trabalho é uma expressão do jeito simples de ser uma Igreja em saída, e tem o objetivo de fortalecer as ações do 7º Fórum.

Nesta terça-feira (24) foram iniciadas as visitas às comunidades e instituições. Por volta das 7h, o pároco do Santuário São João Batista, padre José Antônio de Oliveira, levou os participantes ao Santuário da Mudas para o recolhimento das sementes e mudas que são símbolos das missões e do 7° Fórum Social pela Vida.

Em cada escola visitada está sendo plantada uma árvore com o nome de uma das vítimas de Bento Rodrigues ou de Brumadinho: recordando a morte e plantando a vida. Celebração nas comunidades urbanas e rurais e visita ao Distrito de Cocais também fazem parte da programação. 

Os missionários estão sendo acolhidos pelas famílias, também para alimentação e para dormir. Segundo Leleco, essas missões ampliam o sentido da fé e da partilha e fortalecem o Fórum.  “Colocam os pés na fé, os ouvidos em solidariedade, a partilha e a comunhão por uma outra sociedade, urgente, necessária, rumo ao ‘Bem-Viver’”, conclui.

 

Fórum Social 

O 7° Fórum Social pela Vida começa na próxima quinta-feira (26). A edição deste ano vai refletir o tema “A terra clama por justiça e os pobres, por direitos” e lema “Eu ouvi o clamor do meu povo e desci para libertá-lo” (Ex 3,7-8). 

Realizado a cada três anos, o Fórum tem como objetivo geral, debater temas atuais ligados diretamente à realidade de nosso povo, buscando a promoção da vida e da dignidade de todos como sujeitos de direitos, rumo à sociedade do bem viver.

A programação vai contar com conferências, oficinas, romaria e uma celebração. Confira a programação completa!