sábado

, 18 de maio de 2024

Movimento Comunidades Nossa Senhora da Esperança homenageia aos Sacerdotes Conselheiros Espirituais na Forania de Barbacena

23 de agosto de 2022 Arquidiocese

No dia 05 de agosto, o Movimento Comunidades Nossa Senhora da Esperança prestou uma linda homenagem aos Sacerdotes Conselheiros Espirituais que acompanham as equipes. Realizado no Salão Paroquial do Paróquia de São Sebastião, em Barbacena (MG), os Padres Luizmar Rocha da Silva, Jorge Henrique Tanus e Cônego Luiz Carlos César Carneiro receberam essa singela demonstração de gratidão por parte dos participantes do Movimento.

Os dois setores da cidade Barbacena, sendo A e B, participaram do evento, sendo a organização responsabilidade da Equipe de apoio, dos Casais Sociais e do Casal Formação, além dos coordenadores Maria Leci Ferreira Leite, Maria Aparecida Matos Moreira e Luiz Carlos Moreira.

O que é Movimento?

O Movimento Comunidades Nossa Senhora da Esperança é um movimento de apoio espiritual, religioso e vivencial para viúvas e viúvos em geral, e pessoas sós, assim entendidas solteiras (os), com mais de 40 anos e separados (as) que decidiram permanecer sós.

Como surgiu na Forania de Barbacena?

O movimento iniciou-se na Região Mariana Sul por meio do trabalho das Equipes de Nossa Senhora (ENS), após perceberem a necessidade de amparo e apoio aqueles que se tornavam viúvos e sentiam-se deslocados em seus serviços nas Equipes de Nossa Senhora.

Dessa forma, a senhora Maria Leci Ferreira Leite, que havia perdido seu esposo e se tornado viúva, resolveu iniciar o movimento na cidade de Barbacena, tendo iniciado as articulações em dezembro de 2019. O objetivo era oferecer apoio espiritual àqueles que, assim como ela, queriam seguir solteiros (as) após a viuvez e servindo à Igreja.

“Em novembro de 2019, participei de um encontro de viúvas e viúvos, através da Pastoral Familiar de minha Paróquia, a de São Sebastião. Não tinham planos para desenvolver e realizar projeto algum de engajamento de espiritualidade e ou serviço similar na Igreja, como era o desejo de nosso Pároco à época, Cônego Tarcísio Moreira, que não ficássemos só naquele encontro! Foi então que pensando nas Equipes Nossa Senhora, apresentei o material da Comunidades Nossa Senhora da Esperança (CNSE). Pedi, assim, permissão para junto às ENS articular as CNSE”, conta Maria Leci.

À época, a iniciativa também foi apoiada pelo Monsenhor Danival Milagres, que fez palestra no encontro. “Fiz contato com Dora/Martins, à época, coordenadores regionais do setor A. Cidinha/Moreira Coordenadores Regionais Setor B, juntamente com Padre Adalberto (Sacerdote DB) SCE-Setor B, que imediatamente me retornaram para darmos início, logo após o Encontro Anual de Casais Responsáveis (EACRE-2020)”, recorda a integrante do movimento.

Para março de 2020 havia uma reunião agendada, mas com o início da pandemia do encontro não pode acontecer. Durante esse período, foi criado um grupo no WhatsApp, meio pelo qual o Casal Coordenador Nacional, Ivete e Paca, encaminhava orientações virtuais, além de materiais pelos correios.

Já em 2021, no encerramento da Semana Nacional da Família, em 14 de agosto, foi celebrada uma missa Ação de Graças pelos membros do WhatsApp e pelos 15 anos de falecimento da Dona Nancy Moncau, Equipista e viúva, fundadora Movimento das CNSE no Brasil.

Expansão

Atualmente, o Movimento visa se expandir pela demais foranias da Região Mariana Sul. Para isso, os coordenadores se predispõem a apresentar para cada paróquia não só sua história, mas todo o projeto para apoio e acolhimento daqueles que desejam ingressar no movimento.

Para novembro de 2022, está agendada uma reunião presencial para orientações sobre o movimento e formação das primeiras Comunidades Nossa Senhora da Esperança, sendo a previsão de três a quatro grupos, com 10 pessoas cada.

Texto: Ana Paula Mendes dos Santos

Fotos: Movimento Comunidades Nossa Senhora da Esperança

Agenda