terça-feira

, 23 de abril de 2024

No dia de Nossa Senhora Aparecida, Dom Airton preside missa em paróquia dedicada à Padroeira do Brasil

14 de outubro de 2022 Arquidiocese

O 12 de outubro de 2022 foi ainda mais especial para a Comunidade do Bairro Cabanas, em Mariana (MG): após dois anos sem celebrar a festa em honra a sua protetora, devido à pandemia, este ano, a Paróquia Nossa Senhora Aparecida se preparou, em unidade com o Pároco, Padre Luiz Roberto de Souza, para comemorar o dia dedicado à Padroeira do bairro e do Brasil.

Em unidade com a Paróquia, a única dedicada a Nossa Senhora Aparecida na Arquidiocese de Mariana, o Arcebispo Metropolitano de Mariana, Dom Airton José dos Santos, presidiu a Celebração Eucarística Solene das 8h na Igreja Matriz. Em sua homilia, Dom Airton destacou que o descobrimento da imagem que ocorreu em São Paulo (SP), mas que perpassou pelos caminhos de Mariana, trazendo importância e valor para a história de fé do povo brasileiro, bem como para diversas comunidades que também se celebra o mesmo título.

“Todos nós sabemos que essa pequena imagem foi encontrada no Rio Paraíba, no Estado de São Paulo, em 1717. […] Uma coisa que nós, marianenses, não sabemos é que quem ocasionou o encontro da imagem, da pequenina imagem no Rio Paraíba, foi o homem quem morava aqui [na atual cidade de Mariana] atrás da [Igreja da] Sé: o Conde de Assumar”, ressaltou Dom Airton.

O Arcebispo Metropolitano de Mariana explicou que o Conde de Assumar era governador da Capitania que abrangia a região de São Paulo e Minas Gerais. Certa vez, ele estava passando por Guaratinguetá (SP) em sua volta para a antiga Vila do Carmo, atual Mariana, quando pediu peixe para comer na região. Porém, aquela época não era de pesca. “[Os pescadores] jogaram as redes, [mas] não encontraram peixes; encontraram uma pequenina imagem quebrada, em pedaços. Quando reconheceram que era imagem de Nossa Senhora da Conceição, aqueles homens ficaram cheios de alegria e jogaram novamente as redes. [Foi quando] eles pescaram peixes”, contou Dom Airton.

Dom Airton com as crianças.

Ao final da Missa, Dom Airton convidou todas as crianças presentes para subirem no altar. Perguntando-as se elas sabiam rezar, o Arcebispo Metropolitano de Mariana orientou que as crianças rezassem a primeira parte da Ave-Maria e a comunidade responderia a segunda parte – ação realizada por duas vezes.

À ocasião, Dom Airton ainda parabenizou as crianças por terem rezado com as mãos postas, pois, segundo ele, é dessa forma que se deve elevar as preces a Maria. Ele ainda aproveitou a oportunidade e pediu aos pais para que continuem com esses ensinamentos. Em seguida, deu a bênção para as crianças, se despediu delas e encerrou a Santa Missa em honra a Nossa Senhora da Conceição Aparecida.

O retorno das festividades

Expressando sua felicidade com o retorno das festividades da padroeira, o Pároco, Padre Luiz Roberto, dedicou uma palavra de fé e concedeu a bênção para os fiéis da comunidade e de outras regiões que foram até a Igreja Matriz para prestar agradecimentos a Venerada imagem de Aparecida. “Neste dia, louvamos e agradecemos a Deus e pedimos a Nossa Senhora da Conceição Aparecida que proteja todas as nossas comunidades e que possa abençoar toda a vida da nossa Arquidiocese. […] Que Nossa Senhora da Conceição Aparecida possa proteger a vida também de todas as nossas famílias”, disse.

O morador do bairro Santa Rita de Cássia, em Mariana, Geraldo dos Santos Cláudio, participou da celebração e, em poucas palavras, afirmou que é necessário gravar na memória o convite que fez Maria nas Bodas de Canaã e que hoje se renova com a mesma expressão maternal de Maria: “Fazei tudo o que ele vos disser!”. “Então, [se] a gente sempre procurar fazer isso, com certeza, vamos sempre fazer o bem”, pontuou o devoto.

Já o Wilson Ambrósio de Oliveira Brandão partilhou sua alegria ao saber da história de Nossa Senhora, contada por Dom Airton em sua pregação, e ainda motivou a juventude a seguir os passos da Mãe Imaculada da Conceição Aparecida. “Eu, com quase 70 anos, venho buscando essa fé há muito tempo, graças a Deus, e não deixo de vir à Igreja”, salientou o também morador do bairro Santa Rita de Cássia.

Mensagem de Dom Airton

De forma particular, em entrevista, o Arcebispo de Mariana dirigiu uma mensagem aos fiéis, solicitando que eles sejam instrumentos capazes de promover a paz, construindo um mundo melhor. “Não adianta a gente ficar reclamando: o mundo está polarizado, eu vou fazer diferente; o mundo não tem paz, eu vou promover a paz. Está faltando tranquilidade, a alegria nas pessoas. A mensagem é simples: não faça aquilo que o mundo faz”, afirmou Dom Airton.

Confira outras fotos na página no Facebook. CLIQUE AQUI

Fotos: Cremilda Moutinho

Agenda