terça-feira

, 09 de agosto de 2022

Nossa Senhora da Assunção: uma proteção especial para a Arquidiocese de Mariana

16 de agosto de 2021 Arquidiocese

Uma proteção especial para a Arquidiocese de Mariana. Foram essas as palavras do Arcebispo Metropolitano de Mariana, Dom Airton José dos Santos, durante a homilia deste domingo, 15 de agosto, ao falar sobre a Assunção de Nossa Senhora, padroeira desta Igreja Particular. A celebração foi presidida no Santuário de Nossa Senhora do Carmo, em Mariana (MG).

“Celebrando a Assunção de Nossa Senhora, nós nos lembramos de um fato significativo e forte para a nossa vida de fé: Deus mesmo quis elevar à Virgem Santíssima à Glória do Céu, em corpo e alma, e esta sua decisão está na mesma linha da sua decisão em acolhê-la para ser a mãe de Deus. Maria Santíssima, preservada de todos os pecado e das manchas do pecado original, desde a sua concepção, foi preparada e escolhida dentre todas as mulheres para ser a mãe de Deus”, explicou Dom Airton, ressaltando que Maria não foi elevada ao céu por mérito próprio, mas pela vontade do Pai.

Enfatizando que Nossa Senhora foi a primeira entre os seres humanos a ressuscitar, o Arcebispo Metropolitano de Mariana destacou que Ela nos abriu a porta da eternidade. “Foi preservada, inclusive, da corrupção da morte. Foi elevada aos céus de corpo e alma e isso para nós, que cremos, é a assinatura de Deus na história humana, dizendo que o ser humano vale a pena”, afirmou ainda na homilia.

“Este evento, de Nossa Senhora ser elevada ao céu, é a promessa de que nós também seremos um dia também levados ao céu para a ressurreição e, evidentemente, a humanidade toda, diante do Rei Supremo, de Jesus Cristo, Nosso Senhor, será julgada”, disse Dom Airton, destacando que para aqueles que creem, o julgamento de Deus é misericórdia.

Após a celebração, em entrevista, Dom Airton ressaltou que é preciso valorizarmos e promovermos mais a devoção à Nossa Senhora da Assunção na Arquidiocese de Mariana. “Queremos cada vez mais celebrar bem”, afirmou.

Ação de Graças 

Relembrando o período em que esteve contaminado pelo novo coronavírus, Dom Airton dedicou à celebração da Santa Missa da Solenidade da Assunção de Nossa Senhora em ação de graças a Deus pelo dom da vida. “Deus conserva a nossa vida porque Ele a tem em suas mãos e nada pode agredir ou atacar aqueles que Deus mesmo escolheu”, disse. 

Medalha do Dia de Minas

À ocasião, Dom Airton foi também agraciado com a comenda “Medalha do Dia de Minas”. Tradicionalmente entregue aos homenageados em 16 de julho, data do aniversário do município de Mariana e dia do Estado de Minas Gerais, em 2021, os agraciados receberam a comenda em 17 de julho. Entretanto, à época, Dom Airton não pôde comparecer à cerimônia, pois estava em isolamento social devido à Covid-19.

“Quem recebe esse título, essa medalha, assume uma responsabilidade a mais com a municipalidade. Eu me sinto mais compromissado com a realidade dessa cidade de Mariana”, destacou Dom Airton ao receber a comenda.

Confira algumas fotos:

Fotos: Thalia Gonçalves

Agenda