sexta-feira

, 19 de agosto de 2022

Nota de Falecimento do diácono Agostinho Barroso

17 de setembro de 2019 Arquidiocese

A arquidiocese de Mariana recebeu com pesar, nesta terça-feira (17), a notícia do falecimento do diácono Agostinho Barroso de Oliveira. Diácono Agostinho estava em tratamento e veio a óbito, neste dia 17 de setembro, no Hospital Vila da Serra em Belo Horizonte.

Nascido no dia 28 de agosto de 1945, em Mariana (MG), ele foi ordenado diácono no dia 7 de agosto de 1999 na matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Ouro Preto, onde sempre desempenhou grandes serviços diaconais e dirigiu o Museu Aleijadinho e de Artes Sacras. Foi casado com Márcia de Oliveira com quem teve 3 filhas.

Seu corpo chegará na madrugada desta quarta-feira (18) a Ouro Preto e será velado, a partir das 5h, na Capela Velório próxima à rodoviária. Haverá celebração eucarística presidida por Dom Francisco Barroso Filho, seu primo, às 16h, na igreja de São Francisco de Paula, da Paróquia de Nossa Senhora do Pilar, em Ouro Preto. Após a celebração, seu corpo será conduzido para o sepultamento no Cemitério de Sant’Ana, em Mariana.

Nossos eternos sentimentos de gratidão ao diácono Agostinho pela sua extrema e generosa dedicação à Arquidiocese de Mariana. Orações e solidariedade à sua esposa, Márcia de Oliveira, suas filhas e Dom Francisco Barroso Filho. Também os reconhecimentos ao padre Luiz Carneiro, pároco da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Ouro Preto, que acompanhou todo esse tempo de provação do diácono Agostinho. Deus dê ao Diácono Agostinho a recompensa por todo o bem realizado e a glória eterna na feliz Ressurreição.

 

 

Agenda