quinta-feira

, 18 de agosto de 2022

“O rosto da pastoral na Arquidiocese de Mariana é o rosto que Dom Luciano sonhou”, disse irmão Mesquita

12 de novembro de 2016 Arquidiocese

“O rosto da Pastoral do Menor na Arquidiocese de Mariana é o rosto que Dom Luciano sonhou”, disse irmão Mesquita na manhã deste sábado, 12 de novembro, no II Fórum da Pastoral da Criança e do Menor realizado no Santuário de Nossa Senhora das Graças em Urucânia.

Irmão Mesquita, que é Salesiano e militante histórico da Pastoral do Menor em Minas Gerais e no Brasil, fez um resgate histórico da Pastoral ressaltando fatos marcantes da vida de Dom Luciano, assim como seu incentivo e preferência pelos menores.

“É necessário viver como esses meninos e meninas. Nós precisamos unir as forças. As decisões que vão sair amanhã é para todos. Precisamos fortalecer os trabalhos no âmbito das paróquias, das dioceses e de todo o país”, acrescentou o religioso.

Para a participante Maria das Graças de Senador Firmino, Região Pastoral Mariana Centro, a palestra do irmão Mesquita foi maravilhosa. “Ele tocou fundo nos nossos corações. Tanto pela partilha de tudo o que ele viveu junto de Dom Luciano, quanto pela motivação. Ele reforçou a importância da luta e ao mesmo tempo revigorou o desejo de trabalhar na pastoral”, disse.

Aos adolescentes presentes

Irmão Mesquita parabenizou os adolescentes presentes no Fórum e ressaltou que acredita no trabalho deles. “Pelo que eu vi ontem, eu acredito na capacidade que vocês têm. Não fiquem calados nas suas escolas, nos encontros que vocês estiverem. O fato de vocês estarem aqui, já é uma grande missão e ainda deixa outra missão, a de vocês para as suas cidades e fazerem a diferença. Vou sair daqui feliz, por poder contar com a participação de quem vive no meio dos sofredores de ruas e de famílias. A presença de vocês aqui precisa ser vivida por outros municípios”, finalizou irmão Mesquita.

O Fórum

Iniciado nessa sexta-feira, 11 de novembro, o II Fórum da Pastoral da Criança e do Menor está reunindo mais de 120 agentes, em Urucânia, para pensar a identidade da pastoral. O encontro termina neste domingo, 13 de novembro.

Agenda