terça-feira

, 16 de agosto de 2022

Padre Edmar apresenta a caminhada pastoral da arquidiocese para os seminaristas

25 de setembro de 2019 Arquidiocese

O coordenador arquidiocesano de pastoral, padre Edmar José da Silva, apresentou a caminhada pastoral da arquidiocese e os trabalhos que estão sendo feitos e pensados nessa Igreja particular aos seminaristas. Na segunda-feira (23) a apresentação foi para os alunos da Filosofia e na terça-feira (24) para os da Teologia.

Em sua fala, ele explicou sobre a equipe arquidiocesana de animação juvenil. “A ideia não é enfraquecer os trabalhos já existentes com os jovens, mas olhar para todas as expressões juvenis da arquidiocese. Essa equipe vai dialogar com todos e não defender o seu próprio grupo”, disse.

Grupos de Reflexão

O trabalho desenvolvido junto aos grupos de reflexão foi outro ponto apresentado por padre Edmar. Segundo ele, existe um bonito trabalho dos grupos de reflexão na arquidiocese. “Em algumas regiões ele tem um grande papel na evangelização, como na Região Centro. Estamos analisando o que precisa melhorar nos roteiros. Eles são importantes, mas é preciso ajustar algumas coisas”, explicou.

Padre Edmar afirmou que para 2020 a proposta é que os roteiros sejam temáticos e aproveitem o Ano da Família.

Equipe editorial para literatura

O coordenador de pastoral também explicou sobre a proposta de criação de uma equipe editorial de literatura. A ideia é que essa equipe faça o trabalho de revisão das publicações arquidiocesanas.

“Nossa arquidiocese possui uma literatura pastoral muito bonita. Mas, ela não chega às bases. Precisamos rever alguns pontos nessa literatura”, disse.

Assembleia de Pastoral

A 27ª Assembleia Arquidiocesana de Pastoral foi outro ponto da apresentação. Agendada para os dias 22 e 23 de novembro, a assembleia tem o objetivo de avaliar os trabalhos com as periferias juventude e pobreza, conhecer as novas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da igreja do Brasil, apontar caminhos para trabalhar o Ano da Família e conversar sobre as mudanças estruturais da arquidiocese.

Segundo padre Edmar, a atual estrutura arquidiocesana tem funcionado, mas ela tem alguns desgastes. “A ideia é inverter a pirâmide e fortalecer as bases”, disse.

Para o seminarista da Teologia, Wesley Pires, a fala do coordenador de pastoral é muito animadora. “Perceber a história pastoral bonita que construímos e perceber que a cada época o Espírito Santo suscita coisas novas não nos deixa nunca desanimar no trabalho evangelizador. Padre Edmar, com seu jeito dinâmico e seu conhecimento sobre a caminhada pastoral de nossa Igreja, tem ajudado com grandes avanços pela função que assumiu, de tal maneira que em toda articulação e inovação tem em vista a evangelização e reconhece o longo caminho que já percorremos. Sua fala muito me motivou, dando ânimo para ‘vestir esta camisa’ e pensar naquilo que daqui uns anos abraçaremos, nos unindo nesta comunhão do trabalho pastoral que tem em vista o melhor para nossa Igreja Particular”, afirmou.

 

Agenda