sábado

, 20 de abril de 2024

Papa Francisco nomeia Padre Edmar como Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte

06 de março de 2024 Arquidiocese

O Papa Francisco nomeou, nesta quarta-feira, 6 de março, o Padre Edmar José da Silva, do clero da Arquidiocese de Mariana (MG), como novo Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte (MG). A nomeação atende à solicitação de Dom Walmor Oliveira de Azevedo, de poder contar com a colaboração de mais um auxiliar. A Presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou saudação ao novo eleito para o ministério episcopal.

Padre Edmar José é, atualmente, Pároco e Reitor da Paróquia e Santuário de Nossa Senhora da Conceição, em Ouro Preto (MG). Ele também exerce outras funções, como diretor-geral da Faculdade Dom Luciano Mendes (FDLM), professor e contato arquidiocesano para dinamização da fase diocesana do Sínodo sobre a sinodalidade.

Saudação da CNBB ao Monsenhor Edmar José da Silva

Estimado monsenhor Edmar José da Silva,

Recebemos com alegria a notícia de sua nomeação como novo Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte. Unimo-nos em comunhão ao nosso irmão, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, que poderá contar com seu apoio na tarefa de proclamar, sempre mais e melhor, a Palavra de Deus.

Possa a reflexão do Santo Padre, o Papa Francisco, sobre a sinodalidade, como dimensão constitutiva da Igreja, iluminar seu ministério:

“Jesus constituiu a Igreja, colocando no seu vértice o Colégio Apostólico, no qual o apóstolo Pedro é a «rocha» (cf. Mt 16, 18), aquele que deve «confirmar» os irmãos na fé (cf. Lc 22, 32). Mas nesta Igreja, como numa pirâmide invertida, o vértice encontra-se abaixo da base. Por isso, aqueles que exercem a autoridade chamam-se «ministros», porque, segundo o significado original da palavra, são os menores no meio de todos. É servindo o Povo de Deus que cada bispo se torna, para a porção do Rebanho que lhe está confiada, vicarius Christi, vigário daquele Jesus que, na Última Ceia, Se ajoelhou a lavar os pés dos Apóstolos (cf. Jo 13, 1-15)”.

Sob a intercessão de Nossa Senhora da Piedade, padroeira de Minas Gerais, enviamos nossos votos de um profícuo episcopado.

Em Cristo,

Dom Jaime Spengler 
Arcebispo da Arquidiocese de Porto Alegre – RS
Presidente da CNBB

Dom João Justino de Medeiros Silva 
Arcebispo da Arquidiocese de Goiânia – GO
1º Vice- Presidente da CNBB

Dom Paulo Jackson Nóbrega de Sousa 
Arcebispo da Arquidiocese de Olinda e Recife – PE
2º Vice-Presidente da CNBB

Dom Ricardo Hoepers 
Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Brasília – DF
Secretário-Geral da CNBB

Informações biográficas

Nascido no dia 19 de abril de 1975, em Alto Rio Doce (MG), Padre Edmar iniciou sua preparação para o sacerdócio no Seminário Menor da Congregação Pequena Obra da Divina Providência (Orionitas) e posteriormente transferiu-se para o Seminário Maior São José, da Arquidiocese de Mariana, onde cursou o Propedêutico (1993), Filosofia (1994 a 1996) e Teologia (1997 a 2000). Foi ordenado diácono no dia 15 de agosto de 2000 e presbítero no dia 19 de maio de 2001.

A licenciatura em Filosofia foi convalidada pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG) e a graduação em Teologia foi feita no Seminário Maior São José, da Arquidiocese de Mariana.

Ele é pós-graduado em Filosofia pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) e em Metodologia do Ensino Superior, pelo Centro de Estudos e Pesquisas Educacionais de Minas Gerais (CEPEMG) e Centro Universitário Newton Paiva. Possui Mestrado em Filosofia pela Universidade Gregoriana, em Roma, na Itália.

Na Arquidiocese de Mariana, exerceu diversas funções. Além dos serviços de vigário, administrador paroquial e pároco em algumas das paróquias da Arquidiocese, Padre Edmar desempenhou os cargos de diretor do Seminário Menor de Mariana (2002 a 2004); diretor espiritual (2007 a 2009) e diretor-geral (2009 a 2015) do Instituto de Filosofia, do Seminário São José de Mariana (2007 a 2009); representante dos presbíteros da Arquidiocese de Mariana (2016 a 2018) e coordenador arquidiocesano de Pastoral (2019 a 2022). Também foi diretor acadêmico e coordenador do Curso de Filosofia da Faculdade Dom Luciano Mendes; tradutor do processo de beatificação de Dom Antônio Ferreira Viçoso; notário atuário do processo do Servo de Deus Dom Luciano Mendes de Almeida; secretário do Conselho Presbiteral e membro do Conselho Episcopal da arquidiocese de Mariana. Foi também Secretário da Organização dos Seminários e Institutos do Brasil (OSIB) do Regional Leste 2.

Atualmente, é pároco e reitor da paróquia e santuário de Nossa Senhora da Conceição, em Ouro Preto, desde 2020. Padre Edmar também é diretor-geral da Faculdade Dom Luciano Mendes, desde 2022; professor de Filosofia na Faculdade Arquidiocesana de Mariana/atual Faculdade Dom Luciano Mendes, desde 2006; professor de Filosofia no Seminário da diocese de Patos de Minas, desde 2007; presidente do Museu Aleijadinho, em Ouro Preto, desde 2020; membro do Conselho de Formadores (2001 a 2015 e de 2019 em diante); membro do Colégio de Consultores, desde 2015; e contato arquidiocesano para dinamização da fase diocesana do Sínodo sobre a sinodalidade, desde 2021.

Texto e foto: CNBB

Agenda