terça-feira

, 09 de agosto de 2022

Paróquia de Santa Rita de Cássia, em Viçosa, celebra sua padroeira

25 de maio de 2020 Arquidiocese

Todos os anos a cidade de Viçosa, na Região Pastoral Mariana Leste, celebra com grande júbilo a Festa de sua padroeira Santa Rita de Cássia. Uma multidão sai de suas casas e vão ao Santuário prestar sua homenagem ou fazer seus pedidos à santa das causas impossíveis. Nos dias do Jubileu, os viçosenses recebem graças especiais devido à grande expressão de fé e amor à santa e a Jesus Cristo. Em uma só voz todos louvam a Deus e elevam a Ele a sua oração de gratidão e súplica.

Neste ano, o país vive o período de isolamento social por causa do Covid-19. Entretanto, para os fiéis devotos de Santa Rita essa limitação não foi obstáculo para que elevassem a ela e a Deus as suas homenagens e agradecimentos. Muitos não puderam se dirigir ao Santuário, mas o Santuário foi à família de cada um. As famílias formaram o Santuário da Vida e, em uníssono, cantaram um “canto novo”, ressignificando esse momento, suscitando a esperança.

Segundo o pároco da Paróquia Santa Rita, padre Paulo Dionê, o “Jubileu de Santa Rita de Cássia, em Viçosa, atingiu milhares de pessoas através das redes sociais e das emissoras de rádio. Uma experiência atípica e inusitada, por que nós estamos no aprendizado para vivenciar esse mecanismo de evangelização. Sentimos a falta do aspecto presencial, mas, ao mesmo tempo, colhendo a interatividade de tantas pessoas que ficaram tão contentes”, disse. Padre Paulo ressaltou ainda as inúmeras mensagens recebidas dos devotos (as): “mandaram mensagens no whatsapp, no e-mail, nos comentários das redes sociais e até em telefone fixo ligaram para dizer que ficaram muito contentes com essa modalidade de celebração, uma vez que, não foi possível ter o aspecto presencial”.

O padre José Evangelista chegou à paróquia Santa Rita no mês de fevereiro e relatou como foi a experiência de ter vivenciado, pela primeira vez, o Jubileu: “participar do Jubileu foi para mim, sem dúvida alguma, um momento muito especial. Sobretudo, de graças e bênçãos! Quanta emoção, todos os dias, presenciando e lamentando a Igreja vazia e centenas de pessoas desejando ardentemente participar, sendo impedidas, devido a necessidade do isolamento social”, destaca.

Foram vários os acessos nas diversas plataformas digitais da paróquia Santa Rita e pela Rádio Montanhesa. Entre esses acessos, estava o da devota Cristina Sueli dos Santos que acentuou como conseguiu conectar o seu coração a esse novo jeito de celebrar o Jubileu: “no primeiro dia veio em meu coração as palavras da carta de São Paulo: ‘Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração’ (Rm12,12). Então disse para mim: eis-me aqui, vou rezar e colocar nas mãos do Senhor as pessoas do meu município, minha família, a Pascom do Santuário Santa Rita de Cássia e o clero”, ressalta.

O dia de Santa Rita de Cássia foi celebrado on-line e com grande júbilo. A primeira celebração transmitida foi às 10h, a tradicional missa das rosas, presidida pelo padre Lucas Germano e concelebrada por vários outros sacerdotes. “O Santuário mais parecia um jardim de rosas multicores, estas foram parar no coração de cada devoto. Não houve lugar para tristeza, os padres que concelebraram com o padre Lucas, a liturgia, os cânticos elevaram nossos corações para o alto e nos fez refletir a superação que a nossa santa teve durante sua vida terrena e sua fé inabalável”, testemunhou Cristina Sueli.

Às 19h, a missa festiva foi presidida pelo padre Daniel Júnior e transmitida, também, pela TV Viçosa. Santa Rita foi homenageada com vários vivas e com milhares de lares conectados.

Lives

Outra novidade deste ano foram as “Lives” logo após as celebrações. Todos os dias trouxeram assuntos relevantes e musicais. “Ressalto as ‘lives’ que foram de grande proveito para todos! Parabéns a todas as equipes pela organização e realização”, disse padre José Evangelista.

“Em tempos de pandemia, senti minha casa cheia pelo fogo ardente do Espírito Santo que iluminou a cada um de nós para ter o olhar estendido para as coisas que não passam. Alegria, porque Deus está conosco e Santa Rita, intercessora dos viçosenses, também não nos abandonou e, juntamente, com o padre Paulo Dionê e sua equipe, diariamente não mediram esforços para que cada casa se transformasse no Santuário virtual de Santa Rita de Cássia”, finaliza Cristina.

O Jubileu de Santa Rita deste ano mostrou que tudo é possível ao que crê. As dificuldades são superadas quando todos se unem e fazem de si e o seu lar o lugar da manifestação de Deus. Padre Paulo destacou que “o Jubileu de Santa Rita foi uma riqueza de experiência de fé, devoção e compromisso com a Boa Notícia da Salvação. A vida de Santa Rita realmente impressiona e motiva a vivência da fé cristã”.

Colaboração: Pascom

 

Agenda