sábado

, 25 de maio de 2024

Paróquia de São Miguel do Anta promove formação para lideranças

16 de maio de 2024 Arquidiocese

Entre os dias 26 a 28 de abril, aconteceu na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em São Miguel do Anta (MG), a primeira formação para as lideranças das pastorais e movimentos. O encontro foi ministrado pela Comunidade Pequeno Rebanho, com sede no Rio de Janeiro, e atendeu uma das prioridades definidas pela 30ª Assembleia Arquidiocesana de Pastoral.

Estiveram presentes, sendo os responsáveis pela formação, o senhor Alexandre, fundador da comunidade Pequeno Rebanho, a senhora Vilma e a jovem Lidiane, que durante os três dias intensos de reflexões e aprofundamento cristão, levaram os presentes a enxergar como tem sido a atuação de cada um como líder paroquial e, principalmente, sua vivência cristã-católica diária.

No primeiro dia, o Administrador Paroquial, Padre Róbson da Cunha Chagas, presidiu a Santa Missa de abertura. Na oportunidade, ele pontuou o aspecto essencial de um líder paroquial, em quem o líder deve se espelhar a Cristo Bom Pastor e desejou a todos dias de intensa oração e estudos. Terminando esse dia, os membros da comunidade Pequeno Rebanho dirigiram aos presentes uma palavra de motivação.

Comentando sobre a formação de líderes, Padre Róbson destacou que esse encontro é importante para ser ter discernimento da vocação de cada um. “Somos vocacionados a sermos os continuadores da missão de Jesus Cristo e, por isso, devemos tomar consciência de que não lideramos para nós mesmos, mas, sim, para que a missão de Jesus seja cada dia mais conhecida e amada”, afirmou.

Iniciando o segundo dia, a dimensão do discipulado e do chamado ao amor foram evidenciadas, sendo temáticas que nortearam as pregações e momentos de reflexão, quando os presentes foram instigados a refletirem em que grau estavam de intimidade com Deus, pois o discípulo é aquele que escuta o Mestre e O segue de perto.

Para ilustrar essa proximidade, utilizaram a passagem bíblica sobre Marta e Maria, mostrando que o discípulo, ou seja, o líder paroquial, antes de realizar coisas, deve estar aos pés de Jesus.

Para o catequista Jefferson Nunes, duas falas tocaram mais o seu coração. “O primeiro é que o líder dá a vida pelos seus liderados, como Jesus afirmou: ‘Eu sou o Bom Pastor; o Bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas’. Já a segunda parte que fez meu coração acelerar foi a fala do fundador Alexandre: ‘um líder é alguém que sabe o caminho, segue o caminho e mostra o caminho’”, contou.

No domingo, último dia da formação de líderes, os membros da comunidade Pequeno Rebanho apresentaram técnicas espirituais para que os presentes se tornassem líderes da sua própria vida espiritual, como a prática da Lectio Divina, a leitura orante da Palavra. Segundo eles, ninguém ama aquilo que não conhece, por isso, é preciso meditar as Sagradas Escrituras para conhecer a Deus Uno e Trino e ter a prática da oração do Santo Terço diário, a vivência dos sacramentos e uma vida dedicada ao serviço e a missão.

Na avaliação de Jefferson, “ter participado da formação de liderança no último final de semana, me ajudou a deixar Jesus ainda mais liderar minha vida. Se Jesus for meu líder, vou seguir minha caminhada terrena em direção ao céu, que é o destino de nós cristãos”, ressaltou.

A formação terminou com o almoço e com a palavra final de Padre Róbson e os membros da comunidade Pequeno Rebanho.

Texto: Leonardo Moreira
Fotos: Allander Lucas – Pascom Paróquia N. Sra. da Conceição