segunda-feira

, 20 de maio de 2024

Paróquia São José, em Alto Rio Doce, promoveu o Acampamento Transfiguração para os jovens

28 de setembro de 2022 Arquidiocese

A Paróquia de São José, em Alto Rio Doce (MG), realizou nos dias 11 e 12 de setembro um evento voltado para a juventude: o Acampamento Transfiguração, que contou com a participação maciça de jovens da Região Mariana Sul.

Com muita alegria, descontração, fé, amizade e parceria, a Paróquia conseguiu reunir uma grande quantidade de jovens, demonstrando que é possível unir a juventude aos pilares da Igreja; não só jovens que já fazem parte de pastorais, movimentos e grupos, mas também aqueles que foram motivados por outros e que conseguiram se identificar naquele momento de espiritualidade.

Durante o encontro, os participantes demonstraram o quanto se sentiram valorizados e acolhidos, além de pontuarem a necessidade que sentem em fazer parte de uma Igreja em que se identifiquem e que podem ser úteis, se encontrando novamente em Cristo. Contando com apoio e incentivo do Pároco local e Vigário Episcopal da Região Mariana Sul, Padre Adelson Laurindo Sampaio Clemente, o Acampamento foi realizado com intuito de ser expandido por toda Região, resgatando os jovens para maior presença na Igreja como agentes e formadores.

História do Acampamento

Este projeto de evangelização, idealizado por Padre D’Artagnan Barcelos, iniciou-se na Paróquia de São Pio X, em Barbacena (MG). A união dos grupos e movimentos voltados para juventude foi imprescindível para que houvesse frutos.

“O Acampamento Transfiguração é um sonho de Deus plantado no coração do Padre D’Artagnan diante do desejo que ele trazia de evangelizar os jovens. Era possível ver no olhar do Padre esse profundo desejo de uma evangelização mais profunda. Ele sempre partilhava dessa inquietação que estava no seu coração diante da realidade dos jovens da Paróquia São Pio X. Tivemos uma primeira reunião na casa de missão da Aliança de Misericórdia, em Barbacena. Estávamos em seis pessoas: Padre D’artagnan, Irmã Aline, uma missionária da Aliança da Misericórdia e três jovens da Paróquia São Pio X. Rezamos e ali começamos a esboçar, sonhar, partilhar… foi impressionante o que Deus fez, diante desse sonho que agora chama ‘Acampamento Transfiguração’”, contou a jovem Suellen Paula Nascimento Gonzaga, da cidade de Barbacena.

De acordo com ela, que participou do primeiro Acampamento Transfiguração, foi preciso de muito trabalho e ajuda para concretizar esse sonho. “Foi uma grande graça contar com vários movimentos da cidade que abraçaram essa causa: Aliança de Misericórdia, Maanaim, Grupo Conversando com o céu, Grupo de Oração Amei. Sem eles seria impossível!”, disse.

“No primeiro acampamento, vimos um grande milagre acontecer diante dos nossos olhos, foram muitas missas e adorações, propósitos de oração na Casa de Aliança para nos preparar para essa missão nova, nascida do coração de Deus. Deus fez muito nos jovens, mas fez muito também em todos os servos! Depois disso já vivemos tantas coisas, dificuldade de local, financeira, transferência do Padre, mas como a missão não pode parar, Deus foi providenciando tudo.  Atualmente, o acampamento já aconteceu em mais duas cidades: Ressaquinha e Alto Rio Doce e, em breve, também vai acontecer em Pedra Bonita. Temos Padres e pessoas que somaram conosco e abraçaram a missão, estamos dispostos a fazer a vontade de Deus onde, quando e como Ele quiser! Não dá mais para voltar!”, partilhou Suellen.

Para ela, “o Acampamento Transfiguração é uma experiência com o amor de Deus, um encontro de primeiro anúncio onde é trabalhado o querigma, através da radicalidade, despojamento, contato com a natureza e com os irmãos, do jeito que o jovem gosta!”. Conforme Suellen, atualmente, o Acampamento Transfiguração recebe a ajuda dos servos de Barbacena- Paróquia São Pio X, Grupo de Oração Jovem Eis me Aqui, da Paróquia Nossa Senhora de Fátima e Ressaquinha, com a Paróquia de São José, Alto Rio Doce e também de outros grupos de Barbacena e outras cidades de acordo com a disponibilidade.

Depoimentos

A jovem Edyany Pereira Chiericato, da cidade de Alto Rio Doce, relatou que “ao fazer o Acampamento Transfiguração me senti mais próximo de Deus. Senti a confiança em seguir seus passos e seus ensinamentos, me fez ver que para evangelizar não precisa de muito, basta ter vontade de fazer acontecer, pois Deus [está] presente em tudo e em todos. A partir do acampamento, percebi a necessidade de trazer mais jovens para a Igreja, pois gostaria que todos sentisse a presença do Espírito Santo como eu sinto. A experiência foi inesquecível, os sentimentos e as ações mostravam como Deus está presente em todos os momentos. Ao ver os jovens sentirem a presença do Espírito Santo, me trouxe o sentimento de gratidão e a vontade de ajudar a evangelizar a cada dia”.

Outro jovem participante do acampamento, Juliano Augusto Silva Rosa, expressou seu contentamento em fazer parte deste momento. Antes de Alto do Rio Doce, ele já havia participado da edição em Ressaquinha. “Em minha primeira participação, fui como campista e senti um chamado do Divino Espírito Santo. Até então só me foi revelado que era algo voltado para ajudar. No segundo acampamento tive a experiência de servir como líder e foi nesse momento que tudo fez sentido, que o meu chamado seria para ajudar para que o acampamento em Alto Rio Doce acontecesse, chamando vários jovens a participarem. Estou muito grato em poder contribuir com esse e ansioso pelo próximo”, pontuou Juliano.

Texto: Ana Paula Mendes dos Santos

Fotos: Paróquia São José, em Alto do Rio Doce

Agenda