domingo

, 07 de agosto de 2022

Por que e como assinar o Jornal Pastoral?

20 de novembro de 2019 Arquidiocese

O nome já diz: o foco está nas pastorais, na ação da Igreja. São 28 anos desde o primeiro exemplar, que já ressaltava o desejo de criar um elo que fortalecesse e animasse a caminhada das pastorais e dos vários grupos de trabalho da Arquidiocese “através da formação e informação”.

Trezentos e seis edições depois e o Pastoral mantém o seu principal objetivo: formação. O atual diretor do Jornal, padre Harley Carlos de Carvalho Lima, ressalta que a vantagem de ser assinante é justamente a de poder adquirir o conteúdo formativo. “É uma possibilidade para formação das pequenas comunidades, dos grupos e pastorais, fortalecimento das comunidades de base e o fortalecimento da ação pastoral dentro da paróquia, favorecendo uma maior comunhão com a Arquidiocese, com a Igreja no Brasil, com a Igreja no mundo”, expõe.

 

“Precisamos estar conscientes das ações que envolvem a Igreja e nossa Arquidiocese. Com o Jornal Pastoral isso é possível”

 

Assinantes de longa data, como o casal Euro Domingos Teixeira e Maria Aparecida Silvestre Teixeira, que hoje atuam como vice-coordenadores da Pastoral Familiar Arquidiocesana, reforçam: “Precisamos estar conscientes das ações que envolvem a Igreja e nossa Arquidiocese. Com o Jornal Pastoral isso é possível. Ele nos mantém atualizados e ajuda também a nossa formação cristã. Não abrimos mão dessa leitura”. Eles assinam há mais de 10 anos.

Assim como o casal, Geralda da Purificação Gomes também é assinante há um bom tempo. Para ela, o motivo é claro: o Jornal é um meio de ficar por dentro do que acontece na Arquidiocese. “Gosto muito do jornal, são artigos maravilhosos. Você vê neste último que fala sobre os missionários na Arquidiocese, Pastoral da Sobriedade, por exemplo”, diz.

Geralda ainda ressalta a parte dedicada a Liturgia como uma formação necessária para pessoas que, como ela, auxiliam nesta pastoral. “É bom para todos nós. Não só os agentes de pastorais, mas as paróquias deveriam adquirir uma quantidade para que as pessoas que não têm acesso possam ter”, diz.

E algumas paróquias assinam. Além dos exemplares que elas recebem coletivamente, há as que optam por assinaturas individuais. É o casa das Paróquias Sant’Ana e São Sebastiao, de Jequeri. O pároco, padre Hélio Augusto Rodrigues, reforça que aumentou o número de assinaturas com a intenção de distribuir um exemplar para cada comunidade. “Cada uma tendo o jornal na mão, leva para o seu conselho e estuda a melhor forma de usá-lo”, diz.

Os 79 municípios que compõem a Arquidiocese não são os únicos a receberem os exemplares. Pequeri, João Pinheiro, Itabira e São João Del Rei são algumas cidades mineiras que recebem. O jornal também atinge o Estado de São Paulo, Rondônia e do Espírito Santo.

Maria do Perpétuo Socorro Sousa Freitas, moradora de Belo Horizonte, assina o jornal há muitos anos. “Fiquei conhecendo o jornal pela minha irmã, que mora em Ponte Nova. Me interessei pela liturgia, principalmente, porque aqui na comunidade Santa Monica, no Barreiro, nós preparamos celebração toda terceira quinta do mês e nos ajuda muito”, conta. Maria diz também utilizar o jornal para montar o mural da comunidade e para apresentar os assuntos na reunião da Pastoral do Dízimo, da qual participa.

 

Por que ler o jornal?

Formação e Informação. Estes são os dois motivos levantados pelos entrevistados. Mas o que ler, especificamente? Para o vocacionado Leonardo dos Santos Moreira, que está no Propedêutico, a recomendação é a Formação Continuada.

“É interessante perceber a importância do Jornal Pastoral, primeiro no âmbito pessoal, possibilitando aos leitores um crescimento espiritual e humano, depois no âmbito comunitário, nos levando a uma comunhão com a Arquidiocese e com toda a Igreja. Destaco a seção de formação continuada, que me ajuda no processo formativo enquanto seminarista e também enquanto jovem cristão, com temas que refletem assuntos do cotidiano e também questões ligadas à vida eclesial, espiritual e social”. A seção, pela qual já passou vários padres, hoje é escrita pelo vigário geral, monsenhor Luiz Antônio Reis Costa.

Dione Dias, de Barbacena, prioriza a seção Arte, Fé e Cultura. “Eu sou admirador daquela coluna. Todo mês eu fico esperando qual vai ser, o que vocês vão trazer, eu acho muito interessante”, conta. Inspirado nos textos, ele teve a ideia de realizar um trabalho de reciclagem de oratórios com seus alunos do curso de Psicologia Relacional.

 

Qual o valor?

Por menos de R$2,10 mensais o assinante recebe em casa um exemplar do Jornal Pastoral. A partir de 10 assinaturas para o mesmo endereço, o valor cai para menos de R$1,70 mensais.

 

Como assinar?

Os interessados devem depositar o valor (R$25,00 ou R$20,00 acima de 10 assinaturas) na Caixa Econômica Federal:  Agência 1701, Conta 583-3, Operação 003, Arquidiocese de Mariana.

Depois é necessário enviar a foto do comprovante e os seguintes dados: nome completo, endereço (rua, número, bairro, cidade, CEP), telefone para o e-mail dacom@arqmariana.com.br

 

Veja edições anteriores aqui

Agenda