terça-feira

, 16 de agosto de 2022

Presbíteros comentam sobre Encontro do Clero

07 de março de 2018 Arquidiocese

Reunidos no Retiro das Rosas, em Cachoeira do Campo, desde a última segunda-feira (5), 183 padres e diáconos da arquidiocese de Mariana estão refletindo sobre o tema “O cuidado com a saúde integral dos presbíteros e diáconos”, no XXVIII Encontro de Presbíteros e Diáconos.

O encontro tem como objetivo geral refletir sobre questões importantes a respeito da vida e do exercício do ministério dos presbíteros e diáconos e conta com a assessoria do doutor em psicologia, Willian César Castilho Pereira. Confira alguns comentários dos participantes sobre a edição deste ano:

 

Padre Gilmar Lopes da Silva, da paróquia Nossa Senhora da Assunção, em Barbacena.

“Eu destaco que é sempre importante este encontro dos diáconos e presbíteros. Neste ano, trazendo a temática do cuidado com o presbítero, tanto na questão ministerial, quanto física e pessoal. Dentro desta abordagem, que o doutor Willian traz para nós, eu vejo a necessidade da questão do conhecimento, do equilíbrio, da possibilidade de reconhecer a importância do outro na vida do ministério. Provocando um despertar para o cuidado da nossa vida presbiteral”, disse.

 

Padre João Paulo da Silva, que ficou cinco anos em missão em Porto Velho, destacou a importância deste tema para os padres em missão.

“Precisamos conhecer a necessidade que exige a região da missão, mas não podemos esquecer a saúde do missionário. A pessoa precisa estar bem para poder oferecer o seu trabalho durante a missão. Observando tudo isso, eu percebo que a nossa diocese está de parabéns, oferecendo muitos missionários para outras dioceses”, destaca.

 

Padre José da Silveira Miguel, da paróquia São Sebastião, em Raul Soares, tem 46 anos de ministério sacerdotal, e disse que o encontro está muito bom.

“O tema está sendo muito bem trabalhado para a gente pensar na nossa saúde espiritual e também do corpo. O nosso assessor está falando tudo de maneira clara e dizendo muitas coisas que podem ajudar na nossa vida”, disse.

 

Padre Elias Bartolomeu, paróquia Santo Antônio, de Santa Bárbara.

“É muito importante a gente refletir sobre o tema deste encontro. Nós vemos que muitos irmãos, e até nós mesmos, têm padecido de alguns problemas e a gente acaba se esquivando, acaba achando que estamos livres de qualquer coisa. Mas nós somos seres humanos e padecemos de qualquer problema que assola a humanidade e precisamos saber como nos cuidar”

 

Padre Danival Milagres, paróquia Nossa Senhora da Piedade, em Barbacena.

“Está sendo uma ótima oportunidade para a gente refletir sobre a nossa humanidade e aceitar que nós não somos máquinas, que somos humanos, e precisamos cuidar da nossa saúde física, psíquica. E no aspecto da convivência, que o próprio encontro já nos proporciona, ao fazer lembrar que somos uma família e precisamos cuidar um dos outros. Tudo isso serve como exemplo para os nossos seminaristas, que estão na etapa inicial, mas devem crescer nesse espirito de fraternidade, de amizade e de cuidar da vida, da saúde e da convivência fraterna um dos outros”, ressalta.

 

Padre Luiz Cláudio, paróquia do Bom Pastor, em Barbacena, afirma que a própria presença no encontro já ajuda.

“Nós formamos uma família, um presbitério, e enquanto presbitério é sempre muito bom essa grande assembleia, este momento de congraçamento. O tema é muito pertinente, a Pastoral Presbiteral, o cuidado com a vida, com a saúde, com o presbítero. Nós temos uma vida bastante atribulada, com bastante atribuições. O presbítero está sempre sobrecarregado e ele precisa estar bem fisicamente, espiritualmente, afetivamente, precisa ser um homem maduro, para que ele possa conduzir o povo de Deus. Precisamos pensar um pouco em cuidar daquele que cuida, daquele que tem a missão de animar, incentivar e motivar a comunidade”, disse.

Agenda