quarta-feira

, 22 de maio de 2024

Projeto Arquidiocesano de Evangelização é estudado durante a Assembleia

26 de novembro de 2016 Arquidiocese

O texto do novo Projeto Arquidiocesano de Evangelização (PAE) foi estudado durante a 24º Assembleia Arquidiocesana de Pastoral nessa sexta-feira, 25 de novembro, no Instituto de Filosofia, em Mariana.

Divididos em seis grupos de trabalho, os participantes tiveram a oportunidade de analisar os capítulos do documento. Depois da conversa todos se reuniram em uma grande plenária para apresentar as propostas de sínteses. A discussão foi organizada pelo coordenador de pastoral, padre Geraldo Martins, e contou com a participação dos vigários episcopais de cada região, além do arcebispo, Dom Geraldo Lyrio Rocha.

As mudanças sugeridas tiveram naturezas diferentes. Para a integrante da Pastoral do Menor, Flávia Ribeiro, o momento foi enriquecedor. “É curiosos, pois tinha dois grupos estudando o mesmo capítulo, mas não coincidiram as considerações, o que só enriqueceu. No segundo momento, nós fizemos um mini plenário reunindo os dois grupos onde foi possível fechar nesta síntese que foi apresentada. Todo o processo foi muito participativo, com muito compromisso”, completou.

O vigário episcopal da região oeste, padre Geraldo Souza, que orientou a leitura e discussão do segundo capítulo do projeto, comentou sobre o processo. “Correções mínimas foram feitas na introdução, mas o ponto mais importante foi constatar que estamos em uma Igreja que não tem mais a predominância rural como tínhamos no passado. Muitas das nossas comunidades rurais hoje já estão urbanizadas e com isso nós entramos em um novo desafio, refletir sobre como atender essa nova demanda”, destacou. O padre completou dizendo que o PAE precisa ter alguns indicativos para uma possível pastoral nova, no caso uma Pastoral Urbana.

As atividades foram encerradas com uma exposição de fotos do Joka Madruga, a exibição os vídeos do Projeto Lama que Mata e uma conversa com a representante do movimento dos Atingidos por Barragem (MAB), Letícia Araújo, sobre um ano do rompimento da barragem de Fundão.

Agenda