sexta-feira

, 19 de agosto de 2022

Projeto de Evangelização da Juventude é aprovado

18 de fevereiro de 2017 Arquidiocese

O Conselho Arquidiocesano de Pastoral (CAP) aprovou nesta sexta-feira, 17, o Projeto de Evangelização da Juventude, em sua primeira reunião do ano realizada em Mariana. O projeto nasce no ano em que o Papa Francisco convoca o Sínodo dos bispos para discutir a juventude com o tema “O Jovem, a fé e o discernimento vocacional”.

“As juventudes de nossa Igreja precisam ser devidamente acolhidas, acompanhadas, estimuladas e orientadas. É uma responsabilidade grande que nos cabe e nós o fazemos no contexto da preparação para o Sínodo dos Bispos sobre a juventude, que foi convocado pelo Papa Francisco. Nós já estamos navegando nessas águas em comunhão com toda a Igreja”, ressalta o arcebispo de Mariana, dom Geraldo Lyrio Rocha.

O conselho estudou todo os capítulos do documento e apresentou algumas alterações antes da aprovação final. Segundo o coordenador arquidiocesano de pastoral, padre Geraldo Martins, o CAP mostrou uma maturidade e seriedade ao estudar e aprovar o projeto. “O texto foi enriquecido com debates sólidos e profundos. O que só reflete a opção da arquidiocese pela juventude. O projeto, que aprovamos hoje, reflete sim o grande anseio da juventude da arquidiocese e será uma grande ferramenta da evangelização dos nossos jovens”, afirma.

Em sintonia com o Projeto Arquidiocesano de Evangelização (PAE 2016-2020), o Projeto da Juventude vem colocar os jovens no centro, os tornando protagonistas de sua própria história.

 

Processo de Elaboração

A proposta de olhar para as juventudes da Arquidiocese veio da Assembleia Arquidiocesana de Pastoral de 2015. Após alguns encaminhamentos foi realizado uma reunião com as várias representações das pastorais e movimentos ligados a juventude na Igreja particular de Mariana. Desse encontro foi pensando em uma pesquisa para ouvir as necessidades dos jovens de todas as paróquias.

“Eu vejo que é uma alegria muito grande para a Arquidiocese de Mariana vivenciar este caminho pedagógico de construção de um projeto de evangelização. Nós ouvimos os representantes de diversos movimentos e expressões juvenis em nossa diocese. A equipe de redação formada trabalhou conjuntamente e com essa abertura, para que esse texto que teve uma primeira redação, fosse estudado e avaliado nas regiões e nas paróquias. Nós acolhemos com muita abertura todas as sugestões e propostas de emenda. E hoje, o documento ganha esse caráter eclesial com o conselho de pastoral, que tem esse poder de avaliar, propor e votar”, disse o membro da equipe de redação, padre Danival Milagres.

O texto base do projeto foi lançado no Jubileu da Juventude, em 31 julho de 2016, e todas as paróquias tiveram a oportunidade de estudar o documento e enviar as sugestões para a equipe de redação.

Para padre Geraldo é importante ressaltar todo o processo. “O envolvimento de toda a arquidiocese, sobretudo a participação dos jovens que elaboraram o projeto dentro da equipe de redação e as contribuições que vieram das paróquias enriqueceram muito o texto”, disse.

O Projeto Arquidiocesanos de Evangelização da Juventude segue a metodologia do ver-julgar-agir. Agora, a equipe de redação irá fazer as correções apresentadas e aprovadas e enviar o texto para a gráfica. A previsão é que o documento fique pronto ainda na primeira quinzena de março. “Este não é um projeto para a juventude. É um projeto para a Igreja de Mariana e todos devem estudar e entender”, finaliza padre Geraldo.

Agenda