sábado

, 20 de abril de 2024

Região Mariana Sul oferece formação bíblica sobre o Evangelho de São Marcos

22 de março de 2024 Arquidiocese

Seguindo seu planejamento para 2024, a Região Mariana Sul promoveu no sábado, 16 de março, uma Formação Bíblica sobre o Ano B – Livro de São Marcos. Assessorada pelo Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Penha, em Barbacena (MG), Padre Eraldo Furtado de Oliveira, CP, o momento reuniu 74 pessoas no Centro de Pastoral Regional.

O objetivo do encontro foi capacitar àqueles envolvidos nas preparações das celebrações, bem como as catequistas na sua missão evangelizadora. Na oportunidade, as paróquias enviaram representantes das Dimensões Catequética e Litúrgica e demais pastorais que acharam necessário. “É importante que aprofundemos o estudo sobre o Evangelho de São Marcos, escolhido para as missas do ano de 2024”, apontou o Vigário Episcopal da Região Mariana Sul, Padre Adelson Laurindo Sampaio Clemente.

Segundo o assessor da formação, o Evangelho de São Marcos, que conduz o ano litúrgico B, convida a refazer os passos que Jesus fez na busca da vontade do Pai, desde a Galileia até Jerusalém, lugar da Cruz e ressurreição.

Padre Eraldo ainda avaliou a realização do momento de estudo e a participação dos presentes. “O grande número de participantes que, de forma interessada e atenta aproveitou cada momento daquela rica manhã de formação, revelou, mais uma vez, o protagonismo dos leigos e leigas de nossa Igreja Particular de Mariana, que assumem de modo consciente sua identidade eclesial, fazendo de cada formação uma oportunidade de aprimorar e renovar seu sim a Deus como sujeito de uma Igreja em saída, a serviço do Reino”, disse.

“Os desafios atuais da evangelização deixam claro a importância da presença de cristãos conscientes de sua missão para atuarem como os novos discípulos e discípulas. O caminho que Jesus trilhou é, em Marcos, apresentado para ser assumido e seguido por todos nós. Por isso, esse belo Evangelho nos leva a descobrir quem é Jesus e a refazer com Ele esse caminho tão necessário”, reforçou Padre Eraldo.

Os participantes também reconhecem a importância do estudo, enfatizando a qualidade da formação e assessor. Para a Coordenadora Regional da Dimensão Litúrgica, Maria Irene Custódio, a formação “despertou, em nós, o desejo de estudar, rezar e meditar o Evangelho de Marcos que tinha como objetivo ‘levar a comunidade a compreender o sentido profundo do messianismo de Jesus e sua filiação Divina’, fazendo a leitura orante”.

José Maria Andrade e Maria Eduarda Andrade, ambos da Paróquia de São Sebastião, em Correia de Almeida (MG), definiram o momento de estudo de sábado como abençoado e iluminado pelos dons do Espírito Santo. “Agradecidos pela oportunidade de participar representando a nossa paróquia, especialmente, no segmento da nossa pastoral litúrgica, humildemente nos colocamos a ouvir para aprender, abrir o coração para compreender, nos expressar para solícitos entender um pouco mais a Palavra de Deus. Sempre com fé, esperança e amor”, declararam.

“Neste ano de São Marcos, a importância de ler, entender, rezar, meditar e abrir o coração para a Palavra de Deus segundo o evangelista, nos dá a grande e santa oportunidade de caminhar sempre para Jesus e com Ele. São Marcos não nos quer estagnados. Ele nos exorta a seguir o Cristo cada vez mais, ainda que o mundo nos apresente controvérsias e empecilhos. Marcos, como o primeiro dos evangelistas, inaugura por volta do ano 70, depois de Cristo, a Palavra de Jesus escrita. E a ele seguiram Mateus, Lucas e João”, pontuaram José Maria Andrade e Maria Eduarda Andrade.

De acordo com José Maria Andrade e Maria Eduarda Andrade, outro aspecto trabalhado na oportunidade foi o incentivo do Padre Eraldo para que todos permaneçam na caminhada, enfatizando que a missão evangelizadora e o momento vivido no período quaresmal, como fundamentais para continuarem seguindo sem temer, com objetivo voltado aos ensinamentos de Jesus Cristo.

“A nossa missão é anunciar que Cristo Crucificado Ressuscitou e nos precede na Galiléia: lugar onde a vida está ameaçada, onde a sua Paixão continua. Assumir o projeto de Jesus pode até dar medo e muitas vezes vontade de fugir, porém, Marcos nos diz que é preciso viver a experiência de que há uma esperança: a força da vida é maior do que a morte. É preciso acreditar que ‘a pedra já fora removida!’”, sublinharam.

A Região Sul realizará suas próximas formações regionais no mês de maio, data em que algumas pastorais, dimensões e movimentos se reunirão no Centro de Pastoral Regional.

Texto: Ana Paula Mendes dos Santos

Fotos: Ana Carla Mendes dos Santos 

Agenda